Menu

Luisa Dörr: Fotografando com smartphone

Resultado de imagem para luisa dorr"
Retrato de Luisa Dörr

Gaúcha de Lageado (RS), Luisa Dörr ganhou projeção internacional em 2017, após ser convidada pela revista Time para retratar as maiores influentes norte-americanas – entre elas a Oprah Winfrey, Hillary Clinton e Selena Gomes. Doze retratos compuseram as capas da série de reportagem especial intitulada “Firsts: women who are changing the world”. O fato de ela ter fotografado essas grandes celebridades com seu celular causou um grande burburinho, tornando-a também uma pioneira.

Os doze retratos da série “Firsts: women who are changing the world
Foto: Luisa Dörr

O projeto Firsts cresceu rapidamente e a revista resolveu transforma-lo em uma série de 46 fotografias, além dos vídeos e, tudo isto acabou virando um livro.

Foto: Luisa Dörr
Foto: Luisa Dörr

A Luisa foi nossa aluna no Curso Avançado de Fotografia em 2011, durante as aulas ela já explorava o celular como ferramenta. Em uma de suas entrevistas ela comentou que nem sempre tem uma câmera no bolso, mas o celular está sempre com ela.

Luisa Dörr durante a aula do Curso Avançado de Fotografia, em 2011.
Luisa Dörr durante a aula do Curso Avançado de Fotografia, em 2011.
Foto: Rodrigo Castilhos
Luisa Dörr durante a aula do Curso Avançado de Fotografia, em 2011.
Foto: Rodrigo Castilhos
Luisa Dörr durante a aula do Curso Avançado de Fotografia, em 2011.
Foto: Rodrigo Castilhos

Além do telefone Luisa utiliza todo seu conhecimento em fotografia, composição, luz, além do aplicativo snapseed para tratar as imagens da revista e para impressão passou as fotografias por um processo de interpolarização, segundo entrevista do jornal El País.

Para ela a câmera, seja do celular ou profissional, não criam, são apenas um meio que auxiliam no processo. Quem segura e manipula a ferramenta é que estabelece o resultado final. Ela acredita que a escolha do equipamento pelo fotógrafo será cada vez mais livre.

Além do trabalho para revista Time, Luisa tem uma aproximação muito grande com a temática do feminino, muitos de seus projetos ressaltam a beleza e o empoderamento da mulher. Entre eles estão o projeto Maysa, que documenta a trajetória de uma adolescente paulista que busca o sonho de se tornar uma miss. 

Foto: Luisa Dörr
Foto: Luisa Dörr
Foto: Luisa Dörr
Foto: Luisa Dörr
Foto: Luisa Dörr

Em 2019, Luisa foi a primeira brasileira a vencer o prêmio da World Press Photo com seu projeto Falleras. A fotógrafa contou para o jornal El País que este projeto surgiu no meio de uma viagem familiar. “…de forma despretensiosa”, conta ela. Neste projeto ela acompanhou a festa popular espanhola “Fallas de Valencia” e produziu uma série de retratos intimistas das mulheres em suas vestimentas tradicionais.

Foto: Luisa Dörr
Foto: Luisa Dörr

Na mesma entrevista ela pontua que o fotógrafo é um autor e protagonista, que deve ir atrás de suas próprias histórias e não esperar por um trabalho pago. “Entendo que muitos fotógrafos estão desesperados com essa falta de lugares para publicar. A falta de oportunidades e meios precisa ser recompensada com o talento do fotógrafo em achar pautas interessantes e autorais, mas é um processo cansativo em que muitos vão ficando pelo caminho”, reflete.

O trabalho de Luisa pode ser conferido através de seu site e seu instagram.

Você também quer aprender a fotografar com seu smartphone? Em Janeiro teremos um curso especial sobre fotografia com celular. Corre e se inscreve clicando aqui.

03/12/2019

0 comentários em “Luisa Dörr: Fotografando com smartphone”

Publique seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.