Menu

Retrato

Ali Mobasser: Uma história familiar a partir de documentos oficiais

Ali Mobasser apropria-se de fotos de documentos obtidas entre os 7 e 55 anos de sua tia, Afsaneh Mobasser, para narrar, na série Box 3, uma história de vida e de uma relação marcada por deslocamentos e aproximações.

03/11/2020

Continue lendo

Jana Romanova: Gestações e expectativas

O ensaio Waiting (À espera) da fotógrafa russa Jana Romanova nasceu um pouco por acaso. Ela havia fotografado um casal de amigos que esperava um bebê e se impressionara com a imagem. Ao longo do desenvolvimento do ensaio, no entanto, Jana descobriu muito mais do que beleza: as fotos fizerem emergir o contexto social de uma geração que nasceu nos anos 1980 e cresceu logo após a queda do governo soviético.

13/10/2020

Continue lendo

Rubén Plasencia: Obscure

Rúben Plasencia é um fotógrafo espanhol que retrata em suas fotografias temas relacionados a preconceitos, culturas desconhecidas e emoções. Seu talento é reconhecido mundialmente, tendo concorrido a prêmios como o Festival Le Voyage à Nantes, em Nantes e o Festival Circulation, em Paris, ambos em 2014. Apesar de hoje ser um artista de sucesso, reconhece que sempre […]

22/09/2020

Continue lendo

William Eggleston: A cor americana

William Eggleston é um dos maiores nomes da história da fotografia do século XX. Nascido nos Estados Unidos, Eggleston ficou muito conhecido por conseguir o reconhecimento da fotografia a cores como modo de expressão artística digno de exposição em galerias de arte.

15/09/2020

Continue lendo

Michal Chelbin: Veleiros e Gansos

Seu interesse pela fotografia começou aos 15 anos de idade quando entrou no departamento de fotografia de sua escola em seu país de origem. Formada na Wizo Academia de Educação e Design, na cidade de Haifa, Israel, Michal sempre quis “criar sua própria imagem” e conseguiu com imagens que prendem a atenção e que causam questionamentos ao seu público.

08/09/2020

Continue lendo

Brock Elbank: A diversidade documentada em retratos

Por quase uma década, Brock viveu em Sydney, onde seu trabalho se tornou mais baseado na arte, afastando-se do trabalho comercial em favor de uma abordagem mais estudada para retratos e naturezas mortas. Ele é fascinado pelas histórias por trás de rostos públicos. Para ele, traços distintivos, as sardas, cicatrizes, barbas e tatuagens descrevem uma personalidade e uma vida.

01/09/2020

Continue lendo