Menu

Jornalismo

Sebastiano Tomada Piccolomini: Da Vogue para o campo de batalha

Sebastiano Tomada Piccolomini é um jovem fotógrafo que se dedica ao fotojornalismo em zonas classificadas por ele como as “as mais voláteis do mundo”, localizadas, principalmente, no Oriente Médio e na Ásia. O início de sua carreira, entretanto, se deu no campo da fotografia de moda. Ao falar sobre as motivações de sua transição, o fotógrafo é honesto: queria sentir na pele a sensação de estar em guerra.

03/11/2017

Continue lendo

Quintina Valero: Chernobyl 30 anos depois

Entre abril de 2015 e março de 2016, a fotógrafa espanhola Quintina Valero percorreu a região de Narodychi, na Ucrânia, uma das mais afetadas pela explosão da usina nuclear de Chernobyl em 1986. Localizada 50 quilômetros a sudoeste do local do acidente, estima-se que a área teve cerca de 100 mil pessoas contaminadas pela radiação – em torno de 20 mil delas, crianças.

25/04/2017

Continue lendo

Yuri Kozyrev: Emoções no front

Um dos mais importantes fotojornalistas da Rússia, Yuri Kozyrev realiza coberturas há mais de 20 anos. Esteve em conflitos que marcaram a história recente – fotografou desde a queda do Talibã, no Afeganistão, após os atentados de 11 de setembro, até as revoltas da Primavera Árabe. Neste post, resgatamos imagens do trabalho de Yuri no Iraque, cobrindo a queda do regime de Saddam Hussein, em 2003.

08/08/2014

Continue lendo

José Medeiros: A luz brasileira

Na definição de Glauber Rocha, José Araújo de Medeiros (1921 – 1990) foi o único fotojornalista do século XX que “sabia fazer uma luz brasileira”. Em sua obra, houve espaço para as personalidades famosas e os marginalizados, para boemia da elite e as festas populares, para a situação dos negros, dos indígenas, dos enfermos, das ruas do país.

10/09/2013

Continue lendo

Bruno Barbey: “Fotografia é a única língua que pode ser entendida em qualquer lugar do mundo”

Nascido no Marrocos em 1941, Bruno Barbey é um fotógrafo prolífico, conhecido por se expressar através de seus livros, projetos autorais, documentais e jornalísticos. Radicado na França, passou a integrar a equipe de fotógrafos da Magnum em 1964, tornando-se um membro pleno em 1968. Sua carreira já soma mais de quatro décadas repletas de viagens pelos cinco continentes, o que inclui inúmeras zonas de conflitos.

19/04/2013

Continue lendo

Peter Marlow: Ausência em imagens

Ausência, melancolia, silêncio. É essa atmosfera das imagens de diferentes ensaios assinados por Peter Marlow que selecionamos para este post. Nessa série de fotografias, Marlow não retratava os instantes em que as grandes metrópoles silenciam revelando suas belezas escondidas, mas as ausências em locais que parecem distantes, esquecidos, antigos.

15/02/2013

Continue lendo