Menu

John Moore: O combate ao coronavírus

Retrato de John Moore

John Moore é um fotógrafo americano e correspondente especial da Getty Images. Moore já trabalhou como fotógrafo em 65 países, Entre eles, Nicarágua, Índia, África do Sul, México, Egito, Paquistão. Em 2008, ele retornou aos Estados Unidos e concentrou seu trabalho na imigração e questões de fronteira.

Foto: John Moore / Getty Images

Recentemente, Moore compartilhou com o BuzzFeed News imagens do seu trabalho sobre a crise de saúde, a qual vem se alastrando pelo mundo.

O registro do fotógrafo iniciou em março de 2020, quando o Life Care Center em Kirkland, Washington, tornou-se o epicentro do surto nos EUA após registrar vários casos de Covid-19.

Enquanto o vírus continuava se espalhando pelos Estados Unidos, Moore mudou seu foco para o emergente epicentro de Nova York, onde os profissionais de saúde seguem lutando para salvar vidas na linha de frente da pandemia.

Foto: John Moore / Getty Images
Foto: John Moore / Getty Images

“Estou no ramo há quase 30 anos, cobrindo conflitos, questões sociais, imigração e a epidemia de ebola de 2014 na África Ocidental. Estive recentemente na Austrália, cobrindo o efeito das queimadas na vida selvagem no início de fevereiro e, naquele momento, não poderia imaginar que eu estaria cobrindo a história que estou cobrindo agora.”

John Moore, em entrevista para o Buzzfeed News.
Foto: John Moore / Getty Images
Foto: John Moore / Getty Images

O fotógrafo comenta quais precauções que toma ao trabalhar em ambientes potencialmente perigosos: “Eu aprendi como usar equipamentos de proteção individual enquanto cobria o surto de ebola na Libéria — claro, os vírus são muito diferentes. O ebola tem uma taxa de mortalidade muito maior, mas é mais difícil de contrair. A Covid-19 se espalha facilmente, mas não mata a maioria das pessoas infectadas, portanto os protocolos são diferentes.”

Foto: John Moore / Getty Images

“O nível de EPI (equipamento de proteção individual) que eu uso realmente depende da situação que estou fotografando. Às vezes, uso EPI completo, que inclui um respirador facial, um macacão, dois pares de luvas de látex e geralmente algo cobrindo minhas botas. Também uso bastante spray de água sanitária, spray antisséptico e álcool em gel. Em outros ambientes, apenas uma máscara N95 e luvas são necessárias.”

John Moore, em entrevista para o Buzzfeed News.
Foto: John Moore / Getty Images

Moore ainda menciona que embora jornalistas estejam em perigo cobrindo matérias sobre esse assunto, não chega nem perto do nível de risco que os profissionais de saúde enfrentam. “Eles estão tocando as pessoas constantemente enquanto cuidam delas, enquanto eu tento tocar apenas na minha câmera”, finaliza Moore.

21/04/2020

0 comentários em “John Moore: O combate ao coronavírus”

Publique seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.