Menu

Viagem

Pedro Heinrich e sua fotografia de rua

O fotógrafo Pedro Antônio Heinrich, nasceu em 1986 em Manaus, mas mora desde a adolescência em Porto Alegre, onde começou a fotografar as ruas com o próprio celular, em suas idas ao Hospital Santa Casa, em visita ao seu pai. Após seu pai falecer, Pedro começou a levar a fotografia mais sério e decidiu se profissionalizar na área.

17/12/2019

Continue lendo

Theron Humphrey: “Maddie on things”

Ao percorrer os Estados Unidos para um ambicioso projeto fotográfico, o fotógrafo Theron Humphrey deu início a outra inciativa autoral, paralela e bem mais despretensiosa. “Maddie on things” (algo como “Maddie nas coisas”) mostra sua fotogênica parceira de viagem, a cadela Maddie, da raça Coonhound, posando em cima de lugares estranhos e incomuns.

10/12/2019

Continue lendo

Letícia Lampert: Random City

Na série da designer Letícia Lampert, imagens de lugares diferentes são misturadas, enganando os olhos dos espectadores ao tentar identificar qual é o local. Embora seja evidente a colagem das figuras é difícil dizer onde começa e termina cada imagem. As fotografias destacam tanto cidades que passaram por uma rápida expansão ou períodos de colonização e que, posteriormente, reaparecem em um auto colonialismo espontâneo liderado por tendências da arquitetura e desejos de desenvolvimento.

05/11/2019

Continue lendo

Graciela Itubirde: A mexicana

Graciela Itubirde, mexicana nascida na Cidade do México em 1942. Quando criança ela ganhou de seu pai uma câmera Brownie e desde então passou a fotografar o mundo a sua volta.

10/09/2019

Continue lendo

John Clang: Retratos de família contemporâneos

Na Singapura, as famílias têm a tradição de eternizar ocasiões importantes reunindo-se para uma fotografia formal. Muitas vezes feita em estúdio, a foto costuma ser emoldurada e exibida com orgulho na parede da casa. Entretanto, com a crescente emigração no país, cada vez mais os jovens dessas famílias partem para tentar a vida em outras […]

17/11/2017

Continue lendo

Quintina Valero: Chernobyl 30 anos depois

Entre abril de 2015 e março de 2016, a fotógrafa espanhola Quintina Valero percorreu a região de Narodychi, na Ucrânia, uma das mais afetadas pela explosão da usina nuclear de Chernobyl em 1986. Localizada 50 quilômetros a sudoeste do local do acidente, estima-se que a área teve cerca de 100 mil pessoas contaminadas pela radiação – em torno de 20 mil delas, crianças.

25/04/2017

Continue lendo