Menu

Ariel Tagar: Vespa Club Uganda

Retrato de Ariel Tagar

Nascido em Tel Aviv, Ariel Tagar começou como fotojornalista cobrindo conflitos em Israel e na Palestina. Em 2002, ele se mudou para Londres e conseguiu um diploma de bacharel em fotografia, no London College of Fashion. Em seu retorno a Tel-Aviv, começou a trabalhar como retratista e fotógrafo de moda, filmando posteriormente uma série de reportagens e histórias de viagens em países como Etiópia, Uganda, Colômbia, Uruguai e Turquia. Em 2014, dirigiu seu primeiro documentário na Jamaica, chamado “Congo Beat The Drum”.

Foto: Ariel Tagar

Tagar publicou seu trabalho no The Guardian, The Observer, Vice, Time Out Magazine e muitos mais. Hoje apresentaremos sua série Vespa Club Uganda, pela qual foi selecionado para o Sony World Photography Awards em 2018, por Melhor Retrato. A série foi fotografada em Kampala, Uganda, esta é a história sobre os entusiastas da Vespa em Uganda.

Foto: Ariel Tagar

Enquanto o modelo dominante de bicicleta ugandense é um “Boda Boda” de fabricação indiana, alguns homens orgulhosos preservam uma antiga tradição de montar vespas italianas vintage. Contra todas as probabilidades, em um país com poucos sentimentos à nostalgia de meados do século, esses homens orgulhosamente restauram e montam seus amados motores em meio a peças de reposição escassas e a brechas na estrada. Eles lembram de uma época em que possuir uma Vespa era um símbolo de status, remanescente dos dias mais felizes em Uganda, atualmente classificado como um dos países mais pobres do mundo.

Foto: Ariel Tagar
Foto: Ariel Tagar
Foto: Ariel Tagar
Foto: Ariel Tagar
Foto: Ariel Tagar

Confira o site do fotógrafo e saiba mais sobre seu trabalho.

05/05/2020

0 comentários em “Ariel Tagar: Vespa Club Uganda”

Publique seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.