Menu

Fundamentos da Fotografia: Exposição

Para fazer uma boa fotografia é preciso ter domínio técnico. Ainda que as câmeras digitais estejam cada vez mais avançadas, o modo automático priva o “fotógrafo” de se expressar através de efeitos estéticos que somente o domínio da técnica pode proporcionar. Ou seja, entender a técnica fotográfica permite que você tome decisões como, por exemplo, o quanto de luz quer na fotografia, se quer um fundo desfocado ou nítido, ou ainda, se deseja borrar ou congelar movimentos, entre outras decisões.

Todas essas escolhas são pessoais, de acordo com a intenção de cada fotógrafo. Portanto, não existe uma fórmula mágica, por isto entender a técnica é tão importante, permitindo que você atinja os resultados almejados.

Para ajuda-los à entender um pouco mais sobre a técnica fotográfica, vamos lançar aqui uma série de posts abordando os fundamentos da fotografia. Este é o primeiro deles e aborda o que é exposição. A intenção é prepará-los para os outros três posts seguintes, que vão abordar os três principais controles na fotografia, os quais chamamos de tríade da exposição, composto por ISO, obturador e diafragma.

O QUE É EXPOSIÇÃO?

Exposição é o termo usado para expressar a quantidade de luz que incide sobre o sensor da câmera (no sistema analógico, no filme). Para que a câmera faça essa medição é preciso ter um parâmetro, ou seja, o que significa uma luz ideal para a câmera? Chamamos essa “luz ideal” de boa exposição. Para tanto, a câmera interpreta uma boa exposição quando a cena capturada atinge a referência de 18% cinza, ou seja, toda a luz da cena que estiver fora deste parâmetro, não está com a luz ideal ou com boa exposição, e pode ser classificada como uma fotografia sub exposta (quando a foto está mais escura) ou super exposta (quando a foto está mais clara).

Para compreender melhor este parâmetro, vamos dar um passo atrás e analisar como o modo automático da câmera atua. Neste modo, a câmera fica programada para capturar uma imagem bem exposta, ou seja, com a luz ideal. Sendo assim, ao fotografar uma superfície branca e outra preta, obtém-se resultados similares. Vejamos o exemplo abaixo:

Isto acontece porque o programa da câmera busca aproximar ambas as superfícies ao parâmetro de boa exposição (18% cinza). Porém, nem sempre queremos que a cena tenha essa “luz equilibrada”, por isto a importância de dominar a técnica.

COMO SABER A QUANTIDADE DE LUZ QUE ESTÁ INCIDINDO NO SENSOR?

Para saber essa informação, a câmera tem um “termômetro de luz”, chamado de fotômetro. Ele fornece ao fotógrafo a quantidade de luz que está sendo capturada pela câmera em relação a cena enquadrada. Ou seja, ao apontar a câmera para a cena, eu olho o fotômetro e ele apontará a quantidade de luz que está recebendo. Quando a luz está bem exposta, o fotômetro apontará para o zero. Em uma cena sub exposta, ele apontará para o lado com -1, enquanto a cena super exposta apontará para o lado com +1, conforme ilustra a imagem abaixo:

COMO CONTROLAR A EXPOSIÇÃO?

O fotógrafo está o tempo todo controlando a exposição da cena, buscando através dela representar a sua intenção. Para fazer isto ele precisa controlar a tríade da exposição, ou seja, o ISO, o obturador e o diafragma. Esses três controles que vão alterar a exposição, permitindo entrar mais ou menos luz, ou seja, alterando o fotômetro.

Os próximos posts vão abordar cada um destes controles separadamente.

DEVO SEMPRE BUSCAR UMA BOA EXPOSIÇÃO?

A resposta é não. O nome Boa Exposição serve apenas como um parâmetro para a câmera atuar. No exemplo das superfícies branca e preta apresentados anteriormente, mesmo fotografando no modo manual, se o fotógrafo tentasse “zerar” o fotômetro ele obteria o mesmo resultado, uma fotografia acinzentada. Ou seja, para corrigir isto ele teria que permitir maior entrada de luz para o branco ficar branco ou menor entrada de luz para que o preto ficasse preto.

Parede preta – é necessário sub expor a cena para se aproximar do preto.
Parede branca – é necessário super expor a cena para se aproximar do branco.

Esperamos que tenha sido útil este material. No próximo post da série: Fundamentos da Fotografia falaremos sobre a Velocidade do Obturador.

Até lá!

12/09/2019

0 comentários em “Fundamentos da Fotografia: Exposição”

Publique seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado.