Menu

Rua

Letícia Lampert: Random City

Na série da designer Letícia Lampert, imagens de lugares diferentes são misturadas, enganando os olhos dos espectadores ao tentar identificar qual é o local. Embora seja evidente a colagem das figuras é difícil dizer onde começa e termina cada imagem. As fotografias destacam tanto cidades que passaram por uma rápida expansão ou períodos de colonização e que, posteriormente, reaparecem em um auto colonialismo espontâneo liderado por tendências da arquitetura e desejos de desenvolvimento.

05/11/2019

Continue lendo

Shin Noguchi: Fragmentos do cotidiano

“Pessoas vivendo suas vidas. Às vezes, desesperadamente; em outras, de forma solitária; também ajudando os demais, rindo, chorando.” No ensaio em andamento Something Here (Algo aqui), de Shin Noguchi, a complexidade da vida humana é observada por um olhar que persegue a simplicidade das coisas, momentos corriqueiros, fragmentos da rotina.

15/10/2019

Continue lendo

Michael Wolf: Tóquio comprimida

Conhecido por sua trajetória na fotografia arquitetônica, desenvolvida principalmente em Hong Kong, Michael Wolf muda de foco no ensaio Tokyo Compression. Em seus retratos, mostra a compressão literal pela qual passam os usuários do sistema de metrô de Tóquio.

23/02/2016

Continue lendo

Tatsuo Suzuki: Subterrâneos de Tóquio

Nas fotografias de Suzuki no “underground” japonês, chamam atenção os enquadramentos fechados nos quais raramente vê-se espaços vazios. Claustrofobia e cansaço são duas palavras que vêm à mente ao observarmos os rostos e corpos que se esmagam nos bancos, escadas e plataformas.

05/02/2016

Continue lendo

Nikola Olic: Estruturas arquitetônicas

As estruturas e os padrões arquitetônicos movem o fotógrafo norte-americano Nikola Olic. No post de hoje, trazemos algumas de suas imagens, que transformam edifícios em objetos escultóricos, a partir de pontos de vista muito bem estudados.

30/10/2015

Continue lendo

Frank Herfort: Tempo e formas arquitetônicas

Viajando por localidades da antiga União Soviética, o fotógrafo alemão Frank Herfort encontrou na arquitetura manifestações das mudanças ocorridas ao longo das décadas posteriores ao colapso soviético. Paisagens urbanas com matizes surreais ganham evidência – é tamanho o contraste de elementos que as fotos parecem ter sido manipuladas.

09/10/2015

Continue lendo