Menu

Fotógrafa

Sophie Gamand: O olhar sobre os Pit Bulls

A fotógrafa Sophie Gamand é uma defensora dos animais, atualmente trabalha e vive em Nova York. Sophie descobriu a fotografia de animais em 2010, de lá para cá ela tem se concentrado em registrar o relacionamento entre os cães e seus tutores. Segundo a fotógrafa, ela fotografa os cães para entender melhor os humanos. “Os […]

03/06/2020

Continue lendo

Maria Svarbova e a tensão silenciosa das fotografias

A inspiração da artista está nas pessoas normais e em suas rotinas, mas as narrativas de Sarbova não entregam a história completa para que as pessoas reflitam a respeito dos cenários capturados.

26/05/2020

Continue lendo

Sonja Hamad: Mulheres curdas em luta por reconhecimento

Uma luta que vai muito além do contexto geopolítico. No Curdistão Sírio – região localizada no norte da Síria, também conhecida como Curdistão Ocidental –, mulheres lutam contra as incursões do Estado Islâmico e pela igualdade de gênero. A realidade das Unidades de Proteção Feminina da região é apresentada no ensaio Jin – Jiyan – Azadi (Mulheres – Vida – Liberdade), da fotógrafa síria Sonja Hamad.

17/03/2020

Continue lendo

Mandy Barker: A sopa de resíduos plásticos

A “sopa” a que se refere a série Hong Kong Soup: 1826, da fotógrafa britânica Mandy Barker, diz respeito a uma expressão em chinês para uma realidade catastrófica: a imensa quantidade de resíduos plásticos à deriva nos mares. Essa é a matéria-prima de seu trabalho, que retrata materiais coletados em mais de 30 praias de Hong Kong desde 2012.

18/02/2020

Continue lendo

Luisa Dörr: Fotografando com smartphone

Gaúcha de Lageado (RS), Luisa Dörr ganhou projeção internacional em 2017, após ser convidada pela revista Time para retratar as maiores influentes norte-americanas – entre elas a Oprah Winfrey, Hillary Clinton e Selena Gomes. Doze retratos compuseram as capas da série de reportagem especial intitulada “Firsts: women who are changing the world”. O fato de ela ter fotografado essas grandes celebridades com seu celular causou um grande burburinho, tornando-a também uma pioneira.

03/12/2019

Continue lendo

Rochelle Brock e sua fotografia inclusiva e positiva

A fotógrafa Rochelle Brock, de Nova York, iniciou sua trajetória aos 16 anos de idade, fotografando coisas as quais ela gostava. Com o tempo ela descobriu que sua paixão eram as pessoas, especialmente as pessoas negras e “avantajadas” como ela. Brock encontrou na fotografia uma forma de dar voz aquelas pessoas sub-representadas, retratando a positividade ao corpo.

26/11/2019

Continue lendo