Skip to content

10 de fevereiro de 2017

Reza Deghati: aulas de fotografia para refugiados sírios

 

 

Fotógrafo membro da National Geographic Society, Reza Deghati (que assina somente com seu primeiro nome, Reza) possui uma vasta trajetória no fotojornalismo. Para além de seu trabalho para publicações internacionais, no entanto, está sua atuação em oficinas de fotografia para mulheres e crianças que enfrentam condições precárias em zonas de pobreza e conflito. Nosso post de hoje traz algumas de suas imagens mais conhecidas e também fotos de pessoas às quais Reza ensinou os fundamentos da fotografia.

 

Foto: Reza Deghati

 

Foto: Reza Deghati

 

Foto: Reza Deghati

 

Em 2015, com curadoria de Reza, uma exposição com fotos obtidas por refugiados sírios acampados no norte do Iraque foi apresentada em Paris. As imagens foram feitas por 20 crianças e adolescentes, com idade entre 10 e 17 anos, que viviam no campo de Kawergosk, visitado de forma recorrente pelo fotógrafo desde 2013.

 

Foto: Reza Deghati

 

Foto: Reza Deghati

 

Foto: Reza Deghati

 

“Quero mostrar suas vidas para o mundo inteiro em uma linguagem universal. Essas crianças perderam o paraíso da infância”, conta o fotógrafo em matéria do jornal The New York Times. Para esse projeto, Reza trabalhou em parceria com o jornalista sírio Mohammad Qaddri, que vivia no campo de Kawergosk no período de desenvolvimento do projeto. A cada duas ou três semanas, Reza enviava a Qaddri as tarefas que deveriam ser feitas pelas crianças – fotografar o café da manhã, por exemplo.

 

Foto: Reza Deghati

 

Foto: Amama Husien

 

Foto: Deliar Zeynal

 

Embora os exercícios fossem extremamente simples, as imagens obtidas pelas crianças revelaram uma sensibilidade muito particular às situações extremas vividas no campo de refugiados. Depois de analisar uma a uma, o fotógrafo enviava seus comentários para as crianças. No contexto dos refugiados, Reza compara a câmera fotográfica a uma boia que salva aqueles que se jogam no mar em busca de melhores condições de vida. Uma iniciativa que, embora não tenha o poder de retirar os jovens daquela situação, pelo menos reestabelece um pouco da dignidade perdida.

 

Foto: Mohamad Ali

 

Foto: Maya Rostam

 

Foto: Solim Qasem

 

Nascido em 1952 em Tabriz, Irã, Reza é franco-iraniano e tem uma carreira de mais de 30 anos no fotojornalismo. Em 2001 fundou no Afeganistão a ONG Aina, que incentiva o ensino de noções de fotografia e outras formas de comunicação para pessoas em condições precárias de vida. Autor de mais de 25 livros e ganhador de diversas distinções por seu trabalho social, Reza atualmente vive em Paris.

Read more from Cor, Sem categoria

Comments are closed.