Skip to content

30 de janeiro de 2012

1

Por trás das fotografias: arquivando lendas fotográficas

Tim Mantoani autografando sua obra.

Apenas lendo ou ouvindo descrições, podemos lembrar das imagens mais icônicas já tiradas na história da fotografia. Mas é possível recordar seus autores com tanta facilidade? Enquanto poucas pessoas conhecem o nome por trás desses registros, uma parcela ainda menor já viu o rosto dos responsáveis por eles. Pensando no fato de que não são as câmeras que fazem fotos, e sim pessoas que dedicaram suas vidas a isso, o fotógrafo Tim Mantoani criou um audacioso projeto: Behind Photographs: Archiving Photographic Legends (algo como “Por trás das fotografias: arquivando lendas fotográficas”).

"Cats Story tirada para a National Geographic. O diretor Thomas Kennedy me pediu para fotografar uma história inteira sobre 'Gatos'. Ele não queria que fosse convencional! Então resolver essa tarefa foi muito divertido. O Russian Blue Cat e as pernas da bailarina foram inspirados em George Balanchine - ele usou a ideia dos gatos 'pousando' sempre na ponta das patas para ensinar seus dançarinos." – Karen Kuehn.

Durante cinco anos, Mantoani fez mais de 150 retratos de fotógrafos segurando alguma imagem icônica de sua autoria, sempre motivado pela sensação de que eles não haviam recebido o crédito merecido. Em tempos em que todos têm boas câmeras nos bolsos e bilhões de fotos circulam livremente na internet, ele gostaria de fazer o público entender que as imagens não simplesmente acontecem. Nas palavras dele, sem essas pessoas e seu conhecimento de fotografia, aqueles momentos não estariam eternizados ali para nossa apreciação.

"Eu olhei para essa menina durante 17 anos e finalmente a encontrei em 2002. O nome dela é Sharbat Gula." Steve McCurry.

Já conhecido por seus retratos, Mantoani trabalha em São Diego, nos Estados Unidos, como fotógrafo comercial e editorial. Para esse projeto, desafiou suas habilidades ao fazer os retratos em enormes Polaroids de formato 20×24 — uma plataforma difícil em inúmeros aspectos. Apenas alguns poucos exemplares destas câmeras ainda existem e o filme é caríssimo: cerca de 200 dólares por foto. Ao longo da execução o preço dos filmes subiu ainda mais e alguns fotógrafos faleceram, o que mudou a relação de Mantoani com o projeto, já que a importância de cada imagem como um documento histórico se tornava cada vez maior. “Chegamos em um ponto da história em que estamos perdendo tanto os meios de fotografar quanto os fotógrafos”, define.

“Era para ser uma foto de abertura da matéria de capa da Rolling Stone sobre o Nirvana, juntamente com a divulgação do álbum “In Utero”, minha primeira Polaroid (com negativo) foi, de longe, a mais emotiva e reveladora do seu espírito. Dois meses depois, Kurt cometeu suicídio com um tiro na cabeça. Essa foto tornou-se a capa da edição em memória a Kurt.” Mark Seliger

Em cada uma das polaroids, o fotógrafo retratado escreveu a próprio punho uma mensagem sobre sua história. Outra curiosidade importante do processo é o fato de que, enquanto o digital permite que se trabalhe com a imagem após o clique, a técnica utilizada o forçou a voltar às suas raízes, aumentando a pressão de produzir uma imagem de qualidade antes mesmo de expor o filme. Outro ponto interessante é que algumas sessões funcionaram como mini-workshops, justamente pela experiência de cada fotógrafo. Steve McCurry, por exemplo, fez sugestões, mas insistindo que ele deveria fazer o que queria. Mantoani seguiu os conselhos feliz, considerando sua fonte.

"A magia da fotografia acontece quando você não vê o que virá em seguida." Brian Smith.

Tim afirma que o projeto, finalmente publicado em livro, é o primeiro passo para a construção e a difusão deste arquivo. Futuramente, quer transformá-lo em uma exposição. E fixa, de preferência: “Quero criar este acervo para que, algum dia, quando os fotógrafos se forem, meus netos possam apreciar suas fotografias, mas também saber como eles eram”.

Behind Photographs - Edição Especial.

Share your thoughts, post a comment.

(required)
(required)

Note: HTML is allowed. Your email address will never be published.

Subscribe to comments