Skip to content

26 de fevereiro de 2014

Patrick Zachmann, um fotógrafo de método errante

Retrato de Patrick Zachmann

Já mostramos aqui um pouco do trabalho de Patrick Zachmann, fotógrafo parisiense que se dedica a projetos de longo prazo sobre identidade cultural, memória, e imigração. Em 40 anos de carreira – mais de 20 deles como membro da Magnum –, trabalha de forma itinerante, sempre com senso agudo de reportagem e envolvimento profundo com os personagens que retrata. Em sua ânsia quase obsessiva por registrar o que vê, característica que o próprio atribui a sua falta de memória, cria imagens que mostram o mundo sob uma perspectiva curiosa e desconcertante. As imagens presentes neste post são um exemplo do ângulo inusitado com que registra as coisas, e fazem parte de um ensaio feito em 2002 intitulado Southeast Asia by train (Sudoeste da Ásia de trem). Para fazê-lo, Zachman subia em qualquer trem disponível, atravessando a Birmânia, a Tailândia o Camboja e o Vietnã.

Foto: Patrick Zachmann

Foto: Patrick Zachmann

Foto: Patrick Zachmann

Foto: Patrick Zachmann

Foto: Patrick Zachmann

Foto: Patrick Zachmann

Foto: Patrick Zachmann

Foto: Patrick Zachmann

Foto: Patrick Zachmann

Foto: Patrick Zachmann

Comments are closed.