Skip to content

31 de março de 2017

Supranav Dash: profissões em desaparição na Índia

 

 

O projeto Marginal Trades [Transações marginais], realizado desde 2011 pelo fotógrafo indiano Supranav Dash, documenta profissões que estão desaparecendo na Índia. Com influência marcante de grandes nomes da fotografia como Atget e August Sander, o ensaio resgata a história de diversos ofícios relacionados ao sistema de castas tradicional no país.

 

 

 

 

O fotógrafo explica que desde o início do século 19, os indianos eram proibidos de realizar outra profissão que não aquela designada para sua casta – a cada uma delas era atribuído um ofício determinado. A tradição se manteve ao longo de quase dois séculos, transformando-se apenas durante o processo de globalização iniciado nas últimas décadas do século 20.

 

 

 

 

“As gerações atuais da Índia se recusam a seguir as profissões de seus ancestrais. Elas se tornaram mais ousadas e mudam para as possibilidades de trabalho mais lucrativas. O abandono das práticas tradicionais também é resultado de salários baixos, do desejo de escapar dos estereótipos do sistema de castas, da negligência constante das classes privilegiadas – a quem essas pessoas servem – e de um governo que não se abre para reformas sociais”, define o fotógrafo, que busca de alguma forma preservar um pouco da memória de um passado que tende a desaparecer pouco a pouco.

 

 

 

 

Explorando temas como identidade, questões de gênero, deslocamentos e o sistema de castas,  Supranav Dash vive atualmente entre Calcutá e Nova York. Estudou artes e contabilidade na Índia e mais tarde especializou-se em fotografia na School of Visual Arts de Nova York. Seu trabalho já foi publicado em periódicos de destaque como Wired, Huffington Post e Time.

 

 

 

 

Comments are closed.