Skip to content

10 de fevereiro de 2014

Peter Van Agtmael, um fotógrafo americano

Retrato de Peter Van Agtmael

O fotógrafo da Magnum Peter van Agtmael se vê como um “documentarista da América moderna”. Aos 31 anos, já era um veterano repórter das guerras no Iraque e no Afeganistão, mas não tinha interesse em se tornar propriamente um fotógrafo de guerra. Seu trabalho, como mostram as imagens presentes nesta seleção, também enfatiza a “guerra em casa”, os efeitos que esses conflitos têm em seu país natal e a realidade pouco mostrada dos Estados Unidos.

Foto: Peter Van Agtmael

Foto: Peter Van Agtmael

“Minhas fotografias são principalmente sobre contradições, a coexistência simultânea e infinita entre beleza e destruição, amor e ódio.”
Peter Van Agtmael  

Foto: Peter Van Agtmael

Foto: Peter Van Agtmael

Van Agtmael tornou-se membro pleno da Magnum Photos no ano passado, mas já integrava o plantel da agência desde 2008. Nascido em 1981, graduou-se em História na Yale University em 2003. Depois de se formar, já decidido pela fotografia, passou um ano na China com uma bolsa da Charles P. Howland Fellowship fotografando os efeitos da construção da Hidrelétrica de Três Gargantas, a maior do mundo. Tornou-se oficialmente um fotógrafo freelancer no fim de 2004.

Foto: Peter Van Agtmael

Foto: Peter Van Agtmael

Como muitos de seus contemporâneos, após o 11 de Setembro sentiu-se compelido a cobrir os esforços de guerra dos Estados Unidos no Iraque e no Afeganistão. Mas assim que começou seu trabalho, viu a percepção que tinha do mundo perder completamente o sentido. “Muitas das minhas crenças se provaram equivocadas, e eu comecei a questionar de onde elas tinham surgido, como tinham se enraizado tão fortes em mim”.

Foto: Peter Van Agtmael

Foto: Peter Van Agtmael

Crente no poder do fotojornalismo em zonas de conflito, e principalmente da imprensa como um todo, trabalhou por seis anos com foco nessas guerras, construindo sua assinatura e sentindo sua rotina como “sedutora e também um pouco viciante”. Quando começou a sentir suas fotos se repetindo, saiu da zona de combate. Queria viver uma longa vida, afirma.

Foto: Peter Van Agtmael

Foto: Peter Van Agtmael

Van Agtmael já ganhou inúmeras distinções por sua obra. Em 2008 ajudou a organizar o livro Battlespace (2008), um compilado do trabalho inédito de 22 fotógrafos no Iraque e no Afeganistão. Um ano depois, publicou o celebrado 2nd Tour Hope I don’t Die (2009). As fotos presentes neste post são de sua série de ensaios chamada USA, dividida em American Days, American Nights, American Interiors.

Foto: Peter Van Agtmael

Foto: Peter Van Agtmael

Comments are closed.