Skip to content

2 de fevereiro de 2016

Os retratos escultóricos de Jackie Nickerson

 

 

A situação de trabalhadores rurais em países do sul e do leste do continente africano é a temática do ensaio Terrain, da norte-americana Jackie Nickerson. Tomando distância da estética mais convencional usada para abordar o universo do trabalho, Jackie concebe imagens que dialogam com a performance e mesmo com a escultura. Seus personagens teatralizam a rotina, posando com objetos e matérias-primas do seu labor.

 

 

 

 

Os ângulos e composições adotados pela fotógrafa criam algo como uma série de esculturas fugazes, marcadas por uma monumentalidade precária e bem-humorada. Os rostos ocultados servem de metáfora para a invisibilidade e indistinção dos trabalhadores no seu dia a dia, abrindo o leque de reflexões da série para questões sociais relacionadas à produção de alimentos em escala global.

 

 

 

 

Terrain é sobre nós na paisagem, sobre como mudamos a todo momento de nossa existência o mundo que habitamos e sobre como, para o bem e para o mal, o mundo que fazemos, por sua vez, muda quem somos”, sintetiza a fotógrafa.

 

 

 

 

Jackie Nickerson nasceu nos Estados Unidos, cresceu na Inglaterra e atualmente divide seu tempo entre a Irlanda e o sul da África. O desenvolvimento atual de seu trabalho iniciou em 1996, retratando trabalhadores rurais do Zimbábue e de outros países do sul do continente africano, dando ênfase à construção de identidades naquele contexto. Suas fotografias já foram expostas em diversos museus e galerias europeias.

 

Comments are closed.