Skip to content

21 de julho de 2017

João Pina: o cotidiano das favelas cariocas

Retrato de João Pina

Nascido em Lisboa, o fotógrafo João Pina realiza coberturas na América Latina para a imprensa portuguesa desde 2002. As imagens que apresentamos neste post integram a série Gangland, que ganhou um desdobramento como matéria da revista The New Yorker, em 2009, assinada pelo fotógrafo e pelo jornalista Jon Lee Anderson. As fotos retratam o cotidiano das favelas cariocas, desde momentos de descontração até confrontos armados entre policiais e traficantes.

Foto: João Pina

Foto: João Pina

“Decidi começar a documentar essa realidade guiado pela curiosidade sobre como a cidade chegou a esse extremo de violência. Tive a oportunidade de estar ao lado de diferentes unidades policiais que trabalham nas favelas. Pude também seguir e documentar o lado de jovens, com idade média de 18 anos, os quais se tornam chefes de comunidades por serem traficantes em um território onde o estado brasileiro não existe”, explica o fotógrafo.

Foto: João Pina

Foto: João Pina

As fotografias de João ecoaram no jornalista da publicação novaiorquina, que viu nas imagens uma possível abordagem para um contexto tão complexo. “Queria encontrar uma maneira de escrever sobre a realidade do Rio – tão inquietante, tão irresistível – desde que visitei a cidade pela primeira vez há uns doze anos, mas apenas quando vi as imagens do João senti que tinha encontrado alguém com um olhar gêmeo. Em si mesmo, o João impressionou-me como bom companheiro e guia para um desbravar mais profundo do mundo que ele já começara a documentar”, conta Anderson.

Foto: João Pina

Foto: João Pina

João Pina nasceu em 1980. A partir dos 18 anos começou a publicar suas imagens de forma regular na imprensa de Portugal. A partir de 2002, começa a focar o seu trabalho sobretudo em países como Argentina, Brasil, Bolívia e Cuba. De 2004 a 2005 frequentou o curso de fotojornalismo e fotografia documental do International Center of Photography, em Nova York. Em 2007 publicou seu primeiro livro, “Por teu livre pensamento”, com histórias de 25 ex-presos políticos portugueses, em parceria com Rui Daniel Galiza, autor dos textos.

Foto: João Pina

Foto: João Pina

Pina trabalha para publicações como The New York Times, Newsweek, Stern, GEO Magazine, El País, EPs, La Vanguardia Magazine, D Magazine, Io Donna, Expresso e Visão. Já realizou exposições em Nova York, Londres, Tóquio, Lisboa e no Porto. Desde 2007 tem Buenos Aires como base para suas coberturas. Na Argentina, segue seu trabalho sobre os desaparecimentos articulados pelos regimes militares do Cone Sul na Operação Condor. Desde 2003 é membro do coletivo Kameraphoto.

Foto: João Pina

Foto: João Pina

Comments are closed.