Skip to content

14 de agosto de 2015

Instantes mínimos de Andrzej Pilichowski Ragno

 

 

Com um olhar dedicado ao espaço urbano, o fotógrafo italiano Andrzej Pilichowski Ragno persegue instantes do cotidiano de cidades europeias como Roma, Paris, Bruxelas, Cracóvia e Viena. Evitando dramatismos e clichês da fotografia de rua, as imagens em preto e branco de City Landscapes [Paisagens urbanas] apresentam o banal de forma poética.

 

 

 

“Estou particularmente interessado na ideia de um lugar imaginário, como um quebra-cabeças”, conta o fotógrafo. Uma de suas principais referências é o livro Cidades invisíveis, de Italo Calvino, no qual o escritor italiano reflete sobre as representações visuais e literárias das cidades.

 

 

 

De fato, na maioria das fotos da série é praticamente impossível identificar em que cidade ou país elas foram obtidas. Andrzej busca apresentar cidades modernas, sem especificar localizações.

 

 

 

Nada de monumentos ou grandes avenidas: o que aparece nos planos são gestos, expressões, objetos, luzes fugidias. Cenas corriqueiras e locais aparentemente sem vida que revelam, nos detalhes, indícios de presença humana. Andrzej se interessa pelo que é mínimo, e faz do mais mundano seu palco.

 

 

 

Nascido em Roma, Andrzej Pilichowski Ragno vive e trabalha em Cracóvia, na Polônia. Graduou-se em artes na Universidade de Jagiellonian (Cracóvia), onde mais tarde deu aulas de teoria literária, e estudou fotografia na Academia de Artes de Cracóvia. Suas fotografias já participaram de diversas mostras coletivas e foram incluídas em publicações como Artphoto e Zoom International.

 

 

Share your thoughts, post a comment.

(required)
(required)

Note: HTML is allowed. Your email address will never be published.

Subscribe to comments