Skip to content

27 de fevereiro de 2012

Emmet Gowin e a fotografia como adaptação poética da vida

Emmet Gowin Portrait

Nascido em 1941, Emmet Gowin cresceu no sul do estado norte-americano de Virginia. Começou a fotografar em 1961, no Richmond Professional Institute, e graduou-se no Rhode Island School of Design.

Danville, Virginia, 1967. Foto: Emmet Gowin.

Nancy, 1969. Foto: Emmet Gowin.

Emmet ganhou atenção pela primeira vez com uma série de retratos muito íntimos de sua esposa, Edith, e, mais tarde, de seus filhos. Inspirado pelas fotografias que Harry Callahan, seu professor em Rhode Island, fazia de sua companheira, Gowin passou a fotografar Edith em vários momentos da vida cotidiana. Ao contrário de seu mestre, que priorizava a abstração e os aspectos formais, Emmet traça uma visão mais ampla da vida familiar. Por toda a carreira, utilizou majoritariamente câmeras de grande formato, o que o levou a apreciar, também, experimentos óticos e de câmera escura. O uso de lentes 4 x 5 e 8 x 10 o ajudou a adicionar dramaticidade às imagens.

Nancy Twine and Cloth Construction, 1971. Foto: Emmet Gowin.

Edith, Ruth and Mae. Foto: Emmet Gowin.

Novas experiências e mudanças no ambiente familiar, como o crescimento dos filhos, ajudaram-no a se aventurar em outros assuntos. A partir dos anos 1980, retratou paisagens da Europa, a devastação e a beleza do monte St Helens, em Washington, o vazio assustador do grego Petra e, mais recentemente, áreas de testes nucleares, grandes projetos agrícolas, mineradoras e despejos de resíduos tóxicos. Esses temas foram abordados por ele com a mesma proximidade amorosa que é vista nas fotos de sua família. Além disso, muitos críticos de arte, como a jornalista Sally Gall, ressaltam o fato de que Emmet chamou a atenção para questões ambientais e políticas sem nunca parecer arrogante.

Mount St. Helens Area Washington, 1980. Foto: Emmet Gowin.

Copper Ore Tailing, Globe, Arizona, 1988. Foto: Emmet Gowin.

Hoje, mora com sua esposa e seus filhos em uma pequena cidade da Pensilvania. Lecionou fotografia na Universidade de Princeton até 2009, ano em que se aposentou. Seu trabalho foi publicado em inúmeros livros, incluindo Emmet Gowin: Photographs (1976), Emmet Gowin Photographs (1966-1983) e o mais famoso deles Changing the Earth: Aerial Photographs (2002).

Edith and Elijah, 1968. Foto: Emmet Gowin.

Nancy, 1967. Foto: Emmet Gowin.

Share your thoughts, post a comment.

(required)
(required)

Note: HTML is allowed. Your email address will never be published.

Subscribe to comments