Skip to content

5 de janeiro de 2016

Ellie Davies, entre as árvores

 

 

A experiência de estar em meio à natureza mobiliza o trabalho da fotógrafa inglesa Ellie Davies. Na série Between the Trees, com sutis intervenções, ela explora a sensação de estar em uma floresta. “A fumaça nos permite observar o tempo movendo-se a um ritmo quase imperceptível e o espaço interior particular da floresta, retirando o olhar das árvores para contemplar o espaço que existe entre elas”, explica a fotógrafa.

 

 

 

 

O “entre as árvores”, portanto, mais do que a condição de alguém no interior de uma floresta, revela-se um lugar de potência para se pensar o tempo e o espaço. O invisível ganha densidade e chama a atenção para “a percepção palpável e inquietante da floresta, seus sons abafados, o sentido de atenção elevado”.

 

 

 

 

Ellie tem a precaução de realizar intervenções contidas nos ambientes em que se insere, afastando-se de uma intenção mais escultórica. “Busco oferecer um novo olhar em direção às paisagens. Não estou dizendo como devem ser vistas, cada espectador traz suas experiências. É uma forma de criar espaços a serem explorados”, conta a fotógrafa. “Entrar nesse outro lugar é aceitar uma desaceleração do tempo e uma mudança de percepção”, completa.

 

 

 

 

Nascida na Inglaterra em 1976, Ellie Davies vive em Londres e desenvolve seus trabalhos em florestas do Reino Unido. Com formação em fotografia pela London College of Communication, é representada por uma série de galerias na Europa e na Ásia, participando de diversas exposições individuais e coletivas ao redor do mundo.

 

 

 

Comments are closed.