Skip to content

5 de dezembro de 2013

Carol Allen Storey: delicadeza na dor

Retrato de Carol Allen Storey

Muitos fotógrafos abordam realidades delicadas construindo imagens que chocam: optam por revelar o que vêem, e que muitos desconhecem ou preferem ignorar, em toda a sua crueza. A britânica Carol Allen Storey, entretanto, escolheu um caminho subjetivo, tão sensível quanto respeitoso à dor de seus assuntos. O foco de seu trabalho são crônicas de complexas questões humanitárias e sociais, principalmente entre crianças e mulheres.

Foto: Carol Allen Storey

Foto: Carol Allen Storey

“Minhas imagens são íntimas, sobre questões e cidadãos com os quais eu realmente me importo. Eu acredito que minhas fotos podem não ser capazes de fazer o trabalho moral para nós, mas podem desencadear o processo de consciência social.”

Foto: Carol Allen Storey

Foto: Carol Allen Storey

As imagens presentes neste post fazem parte de um projeto pessoal ao qual Sotrey se dedicou nos últimos quatro anos. Intitulado “Angels at the edge of darkness”, seu mote é a luta de mulheres e crianças que enfrentam a pandemia de Aids na África, ilustrando a coragem e dignidade diante do impacto da pobreza e da doença. Por ter como principal objetivo de sua obra o alerta internacional sobre questões como essa, Storey já expôs em cidades do mundo inteiro. Também já recebeu dezenas de prêmios e, em 2009, foi indicada como embaixadora da Unicef.

Foto: Carol Allen Storey

Foto: Carol Allen Storey

Nascida em 1941, Carol estudou fotografia na Columbia University, na Syracuse University e na Central St. Martins. Trabalhou com moda durante anos na Chanel e decidiu décadas depois voltar às suas raízes humanitárias, o objetivo primordial de sua formação.

Foto: Carol Allen Storey

Foto: Carol Allen Storey

Recentemente, Carol criou um diário fotográfico que faz parte de um programa de caridade. “Save the Children” retrata a situação de crianças britânicas que vivem à margem da sociedade.

Share your thoughts, post a comment.

(required)
(required)

Note: HTML is allowed. Your email address will never be published.

Subscribe to comments