Skip to content

12 de janeiro de 2016

A cidade fabril das noivas, de Lucia Ganieva

 

 

Na cidade de Ivanovo, localizada a aproximadamente 275 quilômetros de Moscou, a fotógrafa Lucia Ganieva produziu uma série que aborda o universo do trabalho na indústria têxtil da localidade. Ao mostrar produtos, maquinário e trabalhadores, Ganieva também retrata as transformações econômicas e sociais da Rússia.

 

 

 

 

Conhecida no passado como “cidade das noivas” – devido a população feminina majoritária –, Ivanovo era considerada o centro da indústria têxtil desde a época dos czares. Nas décadas recentes, pós-União Soviética e com a competição consequente da globalização, a localidade perdeu postos de trabalho para países como a China – e também seu status econômico. Atualmente restam algumas poucas fábricas na cidade.

 

 

 

 

“Minha intenção era fazer um retrato de uma fábrica, combinando seu interior, os tecidos produzidos e as mulheres no trabalho. Os tecidos são de diferentes coleções e de épocas variadas. O mesmo vale para as imagens dos espaços, em que equipamentos novos e velhos são mostrados, e para as mulheres, de diferentes idades”, conta a fotógrafa. Unindo diferentes planos e tempos em uma mesma imagem, Ganieva conta uma história em que o passado segue vivamente presente na rotina de Ivanovo, das fábricas e de suas operárias – espaços e contextos diversos que se articulam em um jogo de montagem.

 

 

 

 

Lucia Ganieva nasceu na Rússia e vive na Holanda desde 1993. É graduada em fotografia pela Foto Academie Amsterdam. Com trajetória profissional na indústria da moda, já participou de diversas exposições internacionais.

 

 

 

Comments are closed.