Skip to content

14 de fevereiro de 2017

Josh White e os subterrâneos de Seul

 

 

O olhar de um canadense em meio às multidões da capital sul-coreana. O fotógrafo Josh White (também conhecido como JT White) fez uma mudança repentina em sua vida: abandonou o curso de direito e foi dar aulas de inglês para crianças em Seul. Com a fotografia, encontrou uma maneira de se conectar com as pessoas e a cultura de sua nova residência.

 

 

 

 

 

Seguindo a tradição da street photography, as fotografias em preto e branco mostram fragmentos do dia a dia da cidade e dão indícios da postura do fotógrafo nas capturas. Revela-se a imersão de White no cotidiano de Seul, em busca de instantes que sugerem momentos de intimidade e de solidão na rotina agitada da metrópole.

 

 

 

 

 

Em entrevistas, o fotógrafo conta que seu interesse em fotografar os personagens anônimos de Seul nasceu da experiência incômoda de ser estrangeiro num país totalmente diferente de sua terra natal. Segundo conta, com sua câmera, White passou a entender melhor o lugar onde vivia e a se conectar mais com as pessoas ao seu redor. Junto a isso, encontrou uma linguagem para se expressar e para traduzir sua experiência em contato com uma nova e surpreendente realidade.

 

 

 

 

 

Josh White cresceu na ilha de Newfoundland, no leste do Canadá, onde foi jogador de hóquei na adolescência. Viveu um ano nos Estados Unidos, no estado de Winsconsin, e retornou ao Canadá para concluir o Ensino Médio. Iniciou a faculdade de direito e mais tarde foi viver na Coreia do Sul. Sua inspiração vem do desejo de contar histórias e dos encontros que a fotografia lhe propicia.

 

 

 

 

Read more from Preto e Branco

Comments are closed.