Skip to content

13 de janeiro de 2017

Javier Corso: o lado sombrio da Finlândia

 

 

Admirada por seus elevados padrões de bem-estar e igualdade social, a Finlândia possui um lado menos conhecido internacionalmente, mas vivido de forma intensa por seus habitantes. É essa faceta de tons mais sombrios que o fotógrafo espanhol Javier Corso apresenta na série Fishshot [nome de uma bebida popular no norte da Europa].

 

 

 

 

“É um documentário sobre a solidão, o isolamento emocional e repressão dos sentimentos na sociedade finlandesa”, define o fotógrafo. “Esses problemas aumentam quando as pessoas começam a beber para enfrentá-los. O consumo excessivo de álcool está presente em mais da metade dos casos de suicídio, homicídio e violência de gênero”, relata.

 

 

 

 

No documentário homônimo ao ensaio, dirigido por Lucía Pérez de Souto, com fotografia de Corso, especialistas falam especialmente sobre a dimensão do alcoolismo na sociedade finlandesa – e sobre como o consumo excessivo de álcool surge como companhia para muitas pessoas que vivem sozinhas e não buscam ajuda para tratar de suas questões mais íntimas. É esse universo subjetivo que o fotógrafo busca retratar em suas imagens.

 

 

 

 

Nascido em 1989 na Espanha, Javier Corso é diretor e fundador da agência de documentários OAK stories. Seu trabalho fotográfico visa aspectos da condição humana em microescala e já foi publicado em espaços como o site Lighbox, da revista TIME, VICE e El País.

 

Read more from Preto e Branco

Comments are closed.