Skip to content

30 de junho de 2011

World Press Photo: uma reverência ao Fotojornalismo

Homem e garoto caminhando em enchente no Paquistão. Foto Daniel Berehulak / Getty Images

Além de promover um dos prêmios de fotografia mais importantes do mundo, o World Press Photo é uma organização independente e sem fins lucrativos criada em 1955, na Holanda, com o objetivo de apoiar, reverenciar e divulgar internacionalmente o trabalho de fotógrafos profissionais da imprensa. Anualmente, fotojornalistas do mundo inteiro enviam seus melhores ensaios ou suas melhores imagens, sempre acompanhadas de suas respectivas histórias, para concorrer ao prêmio.

Garota e os destroços seis dias depois de um tremor no Haiti. Foto Riccardo Venturi.

Este ano, a grande vencedora da 54ª edição foi a fotógrafa sul-africana Jodi Bieber. Seu retrato de Bibi Aisha, uma mulher afegã de 18 anos que teve as orelhas e o nariz arrancados como castigo por guerrilheiros do Talibã, foi capa da revista Time e ganhou o título de Photo of the Year 2010. A mutilação de Bibi foi ordenada depois de sua fuga dos maus tratos sofridos pela família do marido, um dos líderes dos guerrilheiros.

Capa da revista TIME, agosto de 2010. Foto: Jodi Bieber

Ao lado dessa história também são mostradas imagens do terremoto no Haiti, das erupções vulcânicas da Indonésia, dos mineiros soterrados no Chile, de uma prisão na Serra Leoa, da violência mexicana e de muitas outras. Nem todas elas são trágicas. Imagens vencedoras enquadradas em categorias como as de arte e entretenimento podem até mesmo ser engraçadas.

Vulcão Mount Bromo, Indonésia. Foto: Christophe Archambault / France-Presse.

Retrato do soldado da Polisario Front. A foto foi tirada em Tifariti, oeste do deserto do Sahara. Foto: Andrew MacConnell Panos Pictures

As nove categorias de premiação de fotos simples ou de ensaios são as seguintes: retratos, pessoas no noticiário, notícias em foco, notícias em geral, assuntos contemporâneos, cotidiano, esportes, natureza, artes e entretenimento. Na edição deste ano, mais de 5.691 fotógrafos de 125 países participaram, somando um total de 108059 imagens. No catálogo estão 171 fotografias premiadas ou ganhadoras de menção honrosa.

Ilha Margas, oeste da África do Sul. Foto: Tomas P. Peschak

Sempre em fevereiro, os vencedores são anunciados em uma coletiva de imprensa na segunda semana. Os escolhidos são convidados a receber seus prêmios no anual Award Days em Amsterdã, na Holanda, no fim de abril, quando começa a temporada de exposição das imagens. Como em anos anteriores, a premiére da exposição ocorreu, em 2011, na Holanda, no interior da Oude Kerk (que pode ser traduzido como “igreja velha”), a mais antiga igreja de Amsterdã. Depois, elas são expostas em uma centena de locais entre 45 países ao redor do mundo. No Brasil, as imagens permaneceram na Caixa Cultural do Rio de Janeiro até o dia 19 de junho.

Competidor britânico Thomas Daley durante o Youth Olympic Games. Foto Adam Pretty

É carioca o único brasileiro premiado pela WPP este ano. Alexandre Vieira, fotógrafo do Jornal O Dia, do Rio de Janeiro, registrou em sete fotografias um tiroteio entre polícia e assaltante na Avenida Brasil, que se encerrou apenas quando o criminoso foi morto.

Fotógrafo flagrou momentos de tensão entre polícia e ladrão. Fotos: Alexandre Vieira

O concurso anual da World Press Photo é a principal das atividades organizadas pela entidade homônima. De acordo com os organizadores, através dela tem-se um panorama de como fotógrafos do mundo inteiro lidam com a fotografia e de como a imprensa, através de imagens de diferentes partes do globo, reflete tendências, situações mundiais e específicas do fotojornalismo.

Foto: Amit Sha'al, Israel

Aos fotojornalistas que desejam participar, as inscrições tem início em dezembro de cada ano, sem taxa de inscrição. Não apenas fotógrafos que trabalham na imprensa, mas agências de fotos, jornais e revistas do mundo inteiro são convidadas a enviar suas melhores imagens do ano que passou. O júri toma forma com 19 membros em fevereiro (sem contar com integrantes da World Press Photo, que não têm influência na decisão). Mais informações sobre as inscrições e as edições anteriores em www.worldpressphoto.org.

Share your thoughts, post a comment.

(required)
(required)

Note: HTML is allowed. Your email address will never be published.

Subscribe to comments