Skip to content

27 de fevereiro de 2013

Destaques entre os finalistas do Sony World Photography Awards

Idealizado pela World Photography Organisation, a Sony World Photography Awards é uma competição anual que celebra fotógrafos amadores e profissionais do mundo inteiro. Recentemente, ela anunciou sua lista de finalistas – e pelo grande número de concorrentes, eles já podem, sim, serem considerados vencedores. Com cerca de 120 mil inscrições de fotógrafos de mais de 170 países, as fotos são avaliadas e julgadas em seis diferentes categorias, o que inclui Professional, Open e Student Focus. O anúncio dos grandes vitoriosos será feito em março e abril. Confira as imagens que destacamos entre as pré-selecionadas:

A imagem de um cão da raça Greyhound na reta final de uma corrida foi feita por Rob Van Thienen, na Bélgica. O fotógrafo conta que teve que correr para salvar sua vida após fazer o clique. Foto: Rob Van Thienen.

Retrato assinado pelo iraniano Ali Asadi. Foto: Ali Asadi.

"Bem-vindo ao mundo da aranha". Assim o fotógrafo Krasimir Matarov, da Bulgária, define seu clique. Foto: Krasimir Matarov.

Intitulada "Tradition", a imagem acima foi feita por Reza Nezamdust no Irã. Foto: Reza Nezamdust.

Petar Salbol, da Croácia, flagrou duas borboletas em cima de uma planta, a espera da luz do sol. Foto: Petar Salbol.

Quem sofre de demência, bem como os familiares e amigos dos que possuem a doença, são afetados em níveis pessoais, emocionais, financeiros e sociais. A imagem do italiano Fausto Podavini retrata um pedaço da melancólica rotina de Mirella, 71 anos, que dedica seus últimos anos de vida a cuidar do marido enfermo. Foto: Fausto Podavini.

Um retorno às paisagens da infância. É essa a proposta de imagem do romeno Hadju Tamas, feita em um trem de Bucareste a Baia Mare em uma manhã de nevoeiro. Foto: Hadju Tamas.

Foto assinada pelo russo Ilya Pitalev feita durante a celebração do 100º aniversário do fundador da Coreia do Norte, Kim II Sung, em Pyongyang. Foto: Ilya Pitalev.

"Eu estava passeando por Jaipur quando percebi uma nuvem de pássaros no ar e instintivamente disparei o obturador. A alma de Alfred Hitchcock mora lá, eu acho", descreveu o fotógrafo polonês Maciej Makowski. Foto: Maciej Makowski.

Share your thoughts, post a comment.

(required)
(required)

Note: HTML is allowed. Your email address will never be published.

Subscribe to comments