Skip to content

24 de junho de 2016

Emy & Ana, de Pep Karsten

 

 

Uma espécie de sinopse apresenta a série Emy & Ana, do fotógrafo francês Pep Karsten: “Emy e Ana não podem viver longe uma da outra. Melhores amigas, têm a mesma idade, no entanto, vivem uma relação do tipo mãe e filha. Após um acidente, precisam defrontar-se com a terrível situação de estarem separadas.”

 

 

 

 

De fato, as imagens da série possuem um apelo cinematográfico – a própria apresentação dos trabalhos em seu site assume ares de lançamentos do cinema, como se fossem cartazes e stills de filmes prestes a entrar em cartaz. Não à toa, o fotógrafo define Emy & Ana como “uma narrativa ficcional de 19 fotografias” e “uma metáfora da transição para a vida adulta, a partir da relação entre os vivos e os mortos”.

 

 

 

 

“Meu trabalho tem a transcendência como foco. Atualmente, exploro o tema da morte, a partir de uma perspectiva otimista. O que as pessoas que amamos podem nos dar depois de partir? Elas podem nos ajudar a transformar nosso sofrimento em força e sabedoria? Podemos, de alguma maneira, prolongar suas vidas?”, pergunta-se o fotógrafo.

 

 

 

 

Nascido em 1977, em Cannes, Pep Karsten trabalha entre sua cidade natal e Berlim. Tem fotografias suas em coleções como a National Museum of Photography Collection Thessaloniki de Atenas, e a AOP Photography Collection de Londres, e já recebeu importantes prêmios como o International Photography Awards e o Hasselblad Photographer of the Month.

 

 

 

 

Read more from Cor, Narrativa Visual

Comments are closed.