Skip to content

27 de janeiro de 2017

Ícones do século 20, por Philippe Halsman

 

 

Nascido em Riga, na Letônia, o fotógrafo Philippe Halsman (1906-1979) tem em seu currículo um dado que faz dispensar maiores apresentações: ao longo de sua carreira, ele assinou nada mais, nada menos do que 101 capas da revista Life. Seus retratos inventivos incluem fotos de Andy Warhol, Mohammed Ali, Marilyn Monroe, Alfred Hitchcock, entre outras estrelas.

 

 

 

 

Halsman iniciou sua trajetória de fotógrafo na Paris dos anos 1930. Mais tarde, abriu um estúdio de retratos em Montparnasse, onde fotografou nomes da cena artística como André Gide, Marc Chagall, André Malraux e Le Corbusier. Na época, usava uma câmera reflex que ele mesmo havia desenhado.

 

 

 

 

Chegou aos Estados Unidos em 1940, após a invasão alemã na França, durante a Segunda Guerra Mundial. Seu visto de emergência teria sido intermediado, segundo relatos, por Albert Einstein. Apenas cinco anos depois, em 1945, Halsman foi eleito presidente da American Society of Magazine Photographers, instituição na qual lutou por direitos dos fotógrafos, e em 1951 passou a integrar o time de fotógrafos da Magnum.

 

 

 

 

Entre seus retratos mais célebres, estão alguns que fez de Salvador Dalí. Os saltos do pintor diante da câmera deram início a uma marca do fotógrafo: pedir um salto a seus fotografados ao final dos ensaios, movimento que chamou de “jampology”. Pode-se dizer que Halsman é responsável por enriquecer nosso imaginário das figuras que marcaram o século 20 nas mais variadas linguagens artísticas.

Comments are closed.