Skip to content

28 de março de 2017

Katharina Fitz: transformações urbanas em Málaga, Espanha

 

 

O interesse pelas transformações arquitetônicas e sociais de Málaga, na Espanha, motivam a série Paracosmos da fotógrafa austríaca Katharina Fitz. Casas de dois vilarejos de pescadores – Pedregalejo e El Palo – compõem um importante patrimônio cultural da cidade e são retratadas nas imagens. O principal elemento que se revela nesse abordagem é a forma como Fitz interfere nas fotografias, alterando seu entorno.

 

 

 

 

No texto que acompanha a série, a fotógrafa narra que esses vilarejos se transformaram de forma drástica nos últimos anos, tornando-se um importante ponto turístico da região. O crescimento econômico, na visão de Fitz, veio acompanhado de uma perda do espírito comunitário do local, bem como de suas características arquitetônicas.

 

 

 

 

“A perda parcial do senso de comunidade de um vilarejo de pescadores que antes era efervescente é ilustrado pelo isolamento visual das casas. Essa abordagem foca a atenção dos espectadores no caráter único de cada edificação. As casas se transformam em protagonistas”, explica a fotógrafa. “Crio meu próprio paracosmos – um mundo vivo e artificial em combinação com um pano de fundo social e urbano”, completa.

 

 

 

 

Nascida em 1985, na Áustria, Katharina Fitz estudou cultura e língua espanhola na Universidade de Barcelona e fotografia no Instituto de Sant Ignasi de Sarria, também na capital catalã. Atualmente cursa o Master of Art in Fine Arts na Nottingham Trent University, no Reino Unido. Seu trabalho busca fazer uma crítica da relação humana com o espaço urbano, revelando estruturas, processos, transformações e problemas que fazem parte dessa interação.

 

 

 

 

Comments are closed.