Skip to content

Posts from the ‘Fotografia de Moda’ Category

21
dez

Carine Wallauer: fotografia para encontrar-se

Retrato de Carine


Carine Wallauer é uma fotógrafa que vem conseguindo destaque nacional e internacional, já tendo participado de exposições coletivas no Brasil, Canadá, Turquia e Estados Unidos. Formada em Comunicação Social, produz um trabalho autoral e artístico. Atualmente, é fotógrafa no UOL online.

Sua primeira exposição individual, chamada Visões Elevadas de Eros, foi em Porto Alegre, no ano de 2013. De acordo com fotógrafa, “foi um trabalho que nasceu de forma orgânica”. Em entrevista ao blog do Centro de Fotografia da ESPM, Carine diz que, nele, contou muito o modo como sentia a vida. Na época, tinha 20 anos, e estava vivendo tantas coisas pela primeira vez, se relacionando com o mundo.

Carine Wallauer
 

O impulso para a série de fotos se transformar em um projeto foi o financiamento coletivo chamado É Preciso Arrumar a Casa. Carine e mais cinco amigos se juntaram para financiar seus primeiros fotolivros. Assim, no ano seguinte à publicação, foi indicada a artista revelação no Prêmio Açorianos de Artes Plásticas.

Carine Wallauer

Em 2015, lançou seu segundo fotolivro, O Vazio É um Espelho, e, por este trabalho, recebeu menção honrosa no Paraty em Foco. Ainda teve sua segunda exposição individual na Galeria Lunara da Usina do Gasômetro em 2016. No mesmo ano, lançou uma segunda edição do trabalho em parceria com a Azulejo, com eventos de lançamento na SP Arte Foto (Brasil) e no Paris Photo (França).

Carine Wallauer

Além da fotografia, Carine trabalhou em dois curtas-metragens, lançados em 2016: O último dia antes de Zanzibar (Avante Filmes) e Temporal (Asamayama Filmes). Pelo segundo, recebeu o prêmio de melhor direção de fotografia no Festival de Cinema de Gramado e na Mostra SESC Curtas em 2017 e foi indicada ao Prêmio ABC, entregue pela Associação Brasileira de Cinematografia. Carine afirma que, como é diretora de fotografia nas produções, a forma como se expressa na fotografia still conversa muito com o modo que ela constrói narrativas audiovisuais.

Ela revela que algo maravilhoso de sua profissão é “a constante oportunidade de conhecer pessoas e lugares e, nessas trocas, me envolver cada vez mais profundamente comigo mesma.”

Conheça outros trabalhos da Carine Wallauer:

Carine Wallauer para empresa Vans.
 
Carine Wallauer para empresa gaúcha Insecta Shoes
 
 
Carine Wallauer para empresa gaúcha Insecta Shoes
 
Redigido por Júlia Berrutti
Hub – ESPM-Sul
7
dez

Lucia Fainzilber: Somewear

Antes de se especializar em fotografia de moda, Lucia Fainzilber, 32 anos, formou-se no Costume Making Design para Oficinas de Teatro, no Teatro Colon, na sua cidade natal, Buenos Aires, Argentina. Foi o curso que despertou seu interesse para o uso de cores e produção teatral em suas fotografias. Ali também nasceu sua inspiração para imagens conceituais que exploram roupas e tecidos.

Foto: Lucia Fainzilber

Foto: Lucia Fainzilber

Foto: Lucia Fainzilber
Foto: Lucia Fainzilber
Foto: Lucia Fainzilber, Série The Cookbook.

Foto: Lucia Fainzilber, Série The Cookbook.

Foto: Lucia Fainzilber, Série The Cookbook.

Foto: Lucia Fainzilber, Série The Cookbook.

“A fotografia é o meio em que todas as influências da sua vida convergem para dar voz ao seu mundo interior e poder se expressar por meio das imagens que ela cria”, afirma Lucia em entrevista à OCIMAG. Para ela, uma sessão de fotos é uma história contada por meio dos modelos envolvidos, como um filme. Pensamentos como esse a levaram a desenvolver o um projeto projeto pessoal em 2014, a série de autorretratos Somewear.

Em todas as fotos da série, Lucia está camuflada. “Esses retratos podem ser qualquer um de nós. É uma maneira de permitir que o espectador se coloque nesse lugar”, conta ela em entrevista ao britânico The Guardian. A fotógrafa procurou por locais e roupas que conversassem. “Encontrar esses padrões tem sido como um jogo. Mas, quando eles se encaixam, sua visão pode ser desafiada.”

Foto: Lucia Fainzilber

Foto: Lucia Fainzilber

Foto: Lucia Fainzilber

Foto: Lucia Fainzilber

Foto: Lucia Fainzilber

Foto: Lucia Fainzilber

 

Também teve seus trabalhos divulgados em algumas exposições, as principais são Moment of Recognition, em Nova York, 2011, e My Truth, Your Truth, no International Center of Photography, em Nova York, 2012.

Conheça outros trabalhos da fotógrafa: https://www.luciafainzilber.com/

Redigido por Giovanna Sommariva
Hub ESPM

 

6
dez

Stacey Baker e as pernas de Nova York

 

 

Em seu tempo livre, a fotógrafa Stacey Baker, integrante do time de editores de fotografia da The New York Times Magazine, passou a fazer uma tipologia que apresenta Nova York e seus habitantes de forma bastante peculiar. Com seu iPhone, ela começou a fotografar as pernas de mulheres que encontrava em seus percursos pela cidade.

 

 

 

 

“Sempre prestei atenção nas pernas de outras mulheres pois sempre quis que as minhas fossem maiores. Vivendo em Nova York, uma cidade onde se caminha muito, você percebe os corpos de outras pessoas”, conta a fotógrafa em entrevista à revista Time. “Eu via as pernas de alguém e pensava: ‘Gostaria de ter aquelas pernas’. Comecei então a fazer fotos e a pensar se aquilo era ou não interessante. Acho que não era até eu ter a ideia de encontrar muros e pedir a alguém para se colocar em frente”, explica.

 

 

 

 

Publicadas em sua conta no Instagram (@stace_a_lace), as fotos foram aos poucos atraindo mais e mais seguidores, totalizando atualmente mais de 78 mil pessoas. O projeto ganhou formato de livro, intitulado NY Legs, que reúne 93 imagens de um total de mais de mil fotos obtidas por Baker desde 2013.

 

 

 

 

O alcance do trabalho indica sua potência como tipologia de diferentes aspectos, que vão dos corpos às estampas, passando pela escolha dos calçados e pela combinação entre as peças. Como o próprio nome da publicação deixa evidente, as imagens das pernas, além de trazerem elementos individuais de cada pessoa fotografada, são de certa forma as próprias pernas de Nova York – como os membros de um ser humano, também fundamentais para a cidade ser o que é.