Skip to content

Archive for setembro, 2015

29
set

Alexander Gronsky: a paisagem pós-apocalíptica de Norilsk

 

 

Localizada na Sibéria, Norilsk é o núcleo urbano de latitude mais ao norte do mundo, com aproximadamente 175 mil habitantes, e um dos lugares mais poluídos do planeta. O fotógrafo Alexander Gronsky esteve por lá em 2013 para mostrar a inospitalidade das paisagens da cidade.

 

 

 

 

Construída nos anos 1930 por prisioneiros de uma gulag soviética – como já contamos aqui, no post sobre o trabalho de Elena Chernyshova – , Norilsk é o centro de uma ampla região onde a mineração impera – o solo é rico em níquel, cobalto, platina e paládio. Os rejeitos da indústria são uma constante na paisagem, compondo um cenário pós-apocalíptico.

 

 

 

 

As imagens de Gronsky são apresentadas sem maiores contextualizações ou descrições – o fotógrafo aposta na experiência da observação desses espaços. Percebe-se a escolha por ângulos sem a presença humana, o que contribui para o aspecto de desolação das fotografias.

 

 

 

 

Alexander Gronsky nasceu em Tallinn, na Estônia, em 1980. Vivendo em Riga, na Letônia, o fotógrafo conquistou o terceiro lugar do World Press Photo 2012 na categoria “Daily Life Stories”. Já participou de diversas exposições individuais em cidades como Tóquio, Paris, Moscou e Nova York.

 

25
set

Alfredo Bosco: a guerra separatista na Ucrânia

 

 

As tensões políticas entre Rússia e Ucrânia levaram o fotógrafo italiano Alfredo Bosco ao leste ucraniano, entre 2014 e março de 2015, para acompanhar o conflito entre forças separatistas e o exército ucraniano. Em um primeiro momento, Bosco cobriu a ocupação do aeroporto de Donetsk; mais tarde, o fotógrafo esteve presente no cessar-fogo posterior a tomada de Debaltseve por parte dos separatistas, um local estratégico do conflito.

 

 

 

 

“O objetivo da reportagem é ilustrar a situação de dois grupos no território ucraniano ocupado. Voluntários separatistas defendem ativamente um lugar devastado. Paralelamente, a vida dos mineiros continua preservada – eles são símbolo do orgulho da região”, comenta o fotógrafo.

 

 

 

 

Nascido na Toscana, Alfredo Bosco vive em Milão. É fotógrafo freelance, com graduaçãoo pela John Kaverdash School of Photography, de Milão. Já trabalhou como fotógrafo publicitário e em agências de fotografia. É co-fundador do jornal online MilanoCittàAperta, dedicado à fotografia urbana. Já realizou reportagens em países do Oriente Médio, na Ásia, no Haiti e no Uzbequistão.

 

 

 

22
set

Os taxistas londrinos de Oleg Tolstoy

 

 

Os rostos dos taxistas londrinos são o foco da série Who’s Driving You de Oleg Tolstoy. Assim como aconteceu nos grandes centros urbanos brasileiros, em Londres a polêmica em torno do aplicativo Uber colocou os motoristas de táxi no centro das atenções. O assunto em pauta acabou motivando o fotógrafo para essa série.

 

 

 

 

“Como fotógrafo, uso Ubers, táxis e mini-táxis para deslocamentos entre as diárias. Percebi um clima diferente no ar devido aos conflitos entre aplicativo e taxistas. Comecei então a fotografá-los perdidos em seus pensamentos”, conta o fotógrafo.

 

 

 

 

Vivendo em Londres, Oleg Tolstoy estudou na UAL London College of Communication. Já expôs em espaços como a galeria Saatchi, em Londres, e teve imagens publicadas nas principais revistas de fotografia ao redor do mundo. É também retratista de celebridades para revistas de moda e comportamento.