Skip to content

Archive for maio, 2014

28
mai

Inscrições abertas para Módulo Avançado e cursos de férias do Centro de Fotografia

O Centro de Fotografia da ESPM-Sul abre inscrições para cursos voltados a quem deseja aprofundar seus conhecimentos fotográficos de forma ampla – no Módulo Avançado, com aulas de agosto a novembro – ou então desenvolver habilidades específicas – em três cursos realizados de meados de julho até o início de agosto: Iluminação profissional com flash portátil, Dominando a luz e criando um estilo e Fotografia de estimação: técnicas para fotografia de animais domésticos. Baixe o nosso catálogo geral para conhecer de forma detalhada as propostas, os professores, as grades curriculares e os valores de cada curso.

Módulo Avançado

Foto: Carlos Ferrari

Crescer fotograficamente requer uma imersão grande e acredito que os professores te ajudam nesse processo. O curso te proporciona o convívio com grandes fotógrafos de diferentes áreas, da Publicidade à Arquitetura, que fazem o aluno ver além do “clique”. A estrutura (estúdio, equipamentos, materiais) também é de excelente qualidade.  – Alexandre Raupp (formado no Curso Anual de Fotografia da ESPM-Sul)

O curso foi de grande importância pela base técnica que eu não tinha até então, além de me iniciar no estudo e pensamento da imagem. – Marcelo Veit (formado no Curso Anual)

Pude tirar algumas ideias da cabeça e começar a desenvolvê-las tendo um controle maior das ferramentas. Além disso, aprendi diferentes formas de se trabalhar com a fotografia, buscando uma identidade própria. – Beto Raskin (formado no Curso Anual)

Os professores são extremamente acessíveis e, evidentemente, sabem muito. Eles te trazem novas maneiras de pensar fotografia.  – Desirée Ferreira (formada no Curso Anual)

O Módulo Avançado é a segunda etapa do nosso já consagrado Curso Anual de Fotografia. Participam dele estudantes que realizaram o Módulo de Formação, no primeiro semestre, e novos alunos que já possuem conhecimentos de fotografia. O curso é destinado àqueles que buscam a proficiência em fotografia, tanto para fins profissionais quanto de expressão pessoal, com aulas que abrangem os aspectos teórico, histórico, técnico e prático do ato fotográfico.

Foto: Carlos Ferrari

Para ingressar no Módulo Avançado sem ter cursado o Módulo de Formação, é necessário realizar uma prova escrita, apresentar um portfólio impresso e possuir uma câmera DSLR. Para se inscrever na prova, o candidato deve enviar um e-mail até 11 de julho para fotografia-rs@espm.br informando nome completo, número de RG, telefones e e-mail para contato. A inscrição é gratuita.

A entrega do portfólio e a realização da prova ocorrerão no período da manhã, no sábado do dia 12/07/2014, no Prédio C da ESPM-Sul (Rua Guilherme Schell, 268). Consulte o catálogo geral de cursos para obter as informações completas sobre a prova, as especificações do portfólio e demais orientações sobre a seleção e o processo de matrículas, além do calendário das aulas.

Cursos de férias

O curso Iluminação profissional com flash portátil, ministrado pelo professor Guilherme Lund, capacita os alunos nas técnicas e nos procedimentos de iluminação com unidades de flash portátil para fins profissionais e de expressão pessoal. Nele você conhece os recursos do flash portátil por meio de demonstrações práticas dos processos de iluminação e de exercícios práticos executados pelo aluno.

Foto: Carlos Ferrari

Aulas: 21, 22, 23 e 24 de julho (das 19h às 22h30) – 16 horas/aula, 4 encontros de 4 horas/aula cada. Matrículas abertas até 21 de julho de 2014.

_______________________________________________________________________________________________________

O professor Clovis Dariano ministra o curso Dominando a luz e criando um estilo, voltado a quem deseja conhecer os diferentes equipamentos de iluminação de estúdio e conhecer seus efeitos. Nele, você desenvolve a capacidade de utilizar a iluminação como elemento de transformação e valorização da cena, bem como a percepção e o senso de composição. Os encontros trazem projeções de portfólio dialogadas e exemplificadas, exercícios práticos e demonstrações dos processos de iluminação e composição de objetos e pessoas.

Foto: Carlos Ferrar

Aulas: 14, 15, 16 e 17 de julho (das 19h às 22h30) – 16 horas/aula, 4 encontros de 4horas/aula cada. Matrículas abertas até 14 de julho de 2014.

_______________________________________________________________________________________________________

No curso Fotografia de estimação: técnicas para fotografia de animais domésticos, a professora Manuela Trava Dutra apresenta técnicas e ferramentas para trabalhar com fotografia de animais, principalmente cães. Os encontros estimulam a criatividade por meio da construção de imagens, instigando a busca por uma identidade estética. Além das aulas práticas em estúdio, parte dos encontros acontece no laboratório digital. É necessário ter conhecimentos básicos de Photoshop para participar.

Foto: Tyron Scholem

Aulas: 30 e 31 de julho (das 19h às 22h30) e 1º e 2 de agosto (das 09h às 12h30 e das 14h às 17h30) – 20 horas/aula, 5 encontros de 4h/aula cada. Matrículas abertas até 30 de julho de 2014.

Acesse o catálogo geral de cursos para mais detalhes sobre os cursos e para informações sobre modalidades de pagamento.

23
mai

Tamas Dezso: instantes de um epílogo

Retrato de Tamas Dezso

No teatro antigo, um epílogo consistia na breve despedida de um ator, após o término da ação, pedindo desculpas por eventuais deslizes do espetáculo. Na literatura, o epílogo pode servir para esclarecer conteúdos e intenções, ao final de um conto ou de uma novela. No caso específico do romance, explica a totalidade de uma obra, encerrando-a por completo. O termo é tomado de empréstimo pelo fotógrafo húngaro Tamas Dezso para intitular a série Notes for an Epilogue [Notas para um epílogo], iniciada em 2011, que apresentamos aqui com imagens de outro projeto do fotógrafo: Here, Anywhere [Aqui, qualquer lugar], em andamento desde 2009. Em ambos os trabalhos, Dezso lança um olhar para o interior da Romênia, décadas depois da derrocada do comunismo no leste europeu.

Foto: Tamas Dezso

Foto: Tamas Dezso

“Queria mostrar o período de transição do país, ou seja, o tempo após o fim da ditadura comunista de Nicolae Ceausescu [presidente da Romênia de 1965 a 1989], posterior a sua execução e à revolução”, explica o fotógrafo. As imagens apresentam um mundo em ruínas e a vida cotidiana em meio a um contexto de dissolução.

Foto: Tamas Dezso

Foto: Tamas Dezso

As fotografias apresentam um lugar em transformação. “Mudança e continuidade coexistem de forma intrigante. A história possui duas linhas: por um lado, documentar o que restou do processo de industrialização; por outro, as tradições que desaparecem em vilarejos que perdem seus habitantes devido à migração para as cidades”, explica Dezso.

Foto: Tamas Dezso

Foto: Tamas Dezso

“Aqueles que vivem na reclusão do esquecimento se mesclam com a natureza, exibindo uma humildade herdada ao longo de gerações. Mesmo apressados pela modernização, eles vivem seus últimos dias com a mesma proximidade em relação à natureza dos seus antepassados. Colaborando com o tempo, põem abaixo de forma diligente os edifícios absurdos do seu entorno”, observa o fotógrafo.

Foto: Tamas Dezso

Foto: Tamas Dezso

“Na infância pude sentir a influência do poder soviético. Adulto, compreendi e interpretei seus efeitos sociais e intelectuais, e decidi registrar realidades escondidas, essenciais para entender o país em sua condição oscilante entre os mundos oriental e ocidental. Não observo esses miniuniversos com o objetivo de mapeá-los em uma totalidade. Desejo condensar certa arbitrariedade, escolhendo detalhes das encarnações de uma existência obsoleta”, explica.

Foto: Tamas Dezso

Foto: Tamas Dezso

Ao longo do trabalho no interior da Romênia, Dezso viaja acompanhado da escritora Eszter Szablyar, com quem planeja lançar um livro em 2015. Além das fotos, a publicação trará relatos da população sobre as transformações pelas quais o país passou nas últimas décadas.

Foto: Tamas Dezso

Foto: Tamas Dezso

“O tempo começa a solapar tradições centenárias, preservadas em pequenos vilarejos e em comunidades de algumas poucas casas, minando os bastiões da forçada era industrial comunista”, conta o fotógrafo.

Foto: Tamas Dezso

Foto: Tamas Dezso

Nascido em Budapeste (1978), Tamas Dezso desenvolve projetos documentais de longa duração voltados para as margens das sociedades da Hungria, da Romênia e de outras partes do leste europeu. Suas fotos foram publicadas em diversas publicações internacionais, tais como TIME, The New York Times, National Geographic, GEO, Le Monde Magazine, The Sunday Times, PDN, Ojo de Pez, HotShoe Magazine e The British Journal of Photography.

Foto: Tamas Dezso

Foto: Tamas Dezso

21
mai

As relações entre luz e cor

Foto: Schari Kozak

Os alunos do Curso Anual de Fotografia da ESPM-Sul tiveram no último sábado a aula de Cor, ministrada pelo professor Edy Kolts. A disciplina do Módulo de Formação resgata descobertas da Física relacionadas à óptica para proporcionar um conhecimento aprofundado sobre as relações entre as cores e a luz, além de abordar as diferentes ferramentas utilizadas para o balanço de cor.

Foto: Schari Kozak

O professor chamou a atenção para o processo que leva o cérebro a perceber as cores nos objetos ao nosso redor. Cada superfície absorve certas frequências e reflete outras. Portanto, a luz e a interpretação da nossa visão condicionam as cores que percebemos, e não o objeto por si só. Para entender melhor, vale retomar alguns momentos históricos do estudo sobre as cores, a começar pelas descobertas de Isaac Newton, que demonstraram como a luz branca é composta por várias cores. Mais tarde, os resultados dos experimentos de Newton seriam retomados por cientistas como Thomas Young e Hermann Helmholtz, que possibilitaram novos conhecimentos sobre as cores primárias e os receptores do olho humano.

Foto: Schari Kozak

A aula ainda tratou de temas como a temperatura de cor, medida em graus Kelvin, e a importância dessa escala para realizar o balanço de cor das fotografias. Esse trabalho pode ser feito de formas variadas: com acessórios usados nos equipamentos de iluminação, na escolha de uma determinada modalidade de balanço oferecida pela câmera, em um laboratório ou ainda por meio dos softwares para tratamento de imagens.

Foto: Schari Kozak

A escala RGB, dividida em 256 níveis tonais, o sistema aditivo – a partir das cores vermelho, verde e azul – e o subtrativo – a partir das cores amarelo, ciano e magenta – também foram apresentados na aula de Kolts. De qualquer forma, esses conhecimentos acabam sempre remontando à percepção da luz e de suas características. “Quando dominamos a luz, passamos a dominar a cor”, explica o professor.