Skip to content

Archive for fevereiro, 2011

21
fev

Zé Paiva indica

Lembra que há alguns posts falamos sobre a importância de termos referências? Pra trazer mais algumas fontes de inspiração, conversamos com o fotógrafo Zé Paiva, professor da disciplina de Fotografia da Natureza do Curso de Fotografia da ESPM-RS. Ele indicou uma variada lista de sites, livros e filmes, sendo que tanto a fotografia quanto a natureza são assuntos presentes em todos eles. Aproveite para se inspirar e completar sua lista de favoritos.

Foto: Juliano Araújo

Foto: Juliano Araújo

Sites:
Ashes and Snow:
Ashes and Snow é a exposição do artista canadense Gregory Colbert. Ela é formada por fotos, filmes e um romance e foi exposta em um museu itinerante, o Nomadic Museum. O trabalho explora as relações entre humanos e animais e foi visto por mais de 8 milhões de pessoas em cidades como Veneza, Nova Iorque, Santa Mônica, Tóquio e Cidade do México. Esta é a exposição de um artista vivo mais visitada de todos os tempos.

AFNATURA:
Portal da Associação de fotógrafos de natureza, onde é possível se associar e acompanhar a divulgação de oficinas e exposições.

Jim Brandenburg:
Site do fotógrafo Jim Brandenburg, que trabalhou para a National Geographic por 30 anos. Além de uma vasta amostra da obra de Brandenburg, comercializa fotos, livros e dvds do artista.

Life Through Time:
Fala sobre o projeto Life, que aborda a diversidade da vida na Terra, desde seus primórdios até os dias atuais. A obra é realizado através da integração da fotografia (LIFE Book), Orchesta (LIFE Music), uma amostra itinerante (LIFE Exhibits) e o próprio site. O responsável pelo projeto é o fotógrafo holandês Frans Lanting.

International League of Conservation Photographers
É uma organização baseada em projetos que busca conscientizar as pessoas sobre a conservação ambiental através de fotografias. De caça ao aquecimento global, perda de habitat para a erosão cultural, a sustentabilidade de corredores biológicos, o trabalho de fotógrafos iLCP abrange toda a gama de ameaças à biodiversidade.

Livros:
A Câmara Clara – Roland Barthes
Último livro escrito por Roland Barthes, propõe uma reflexão sobre a imagem fotográfica e sobre a vida e a morte.

Imago – Luiz Carlos Felizardo
Traz textos de autoria do fotógrafo porto-alegrense Luiz Carlos Felizardo, publicados na revista Aplauso.

Satolep – Vitor Ramil
Romance que tem como protagonista um fotógrafo que volta a Satolep, sua cidade natal. A história se passa no início do século 20 e tem “personagens” ilustres como o poeta João Simões Lopes Neto, o jornalista Lobo da Costa e o cineasta Francisco Santos.

Mar de Homens – Roberto Linsker
Esta publicação apresenta 92 fotos que retratam o dia a dia de pescadores artesanais. Linsker iniciou o trabalho em 1997 e percorreu a costa brasileira em busca de imagens que representassem a dura rotina desses trabalhadores.

Chased by the Light – Jim Brandenburg
Durante 90 dias, entre o outono e o inverno, Brandenburg desafiou a si mesmo e fez apenas uma fotografia por dia. O resultado pode ser visto nesta publicação, que não foi lançada no Brasil.

Filmes:
Na natureza selvagem
Recomendado por Paiva por ser sobre a natureza, o longa é dirigido por Sean Penn e conta a história verídica de Christopher McCandless, um jovem americano que decide abandonar todos os bens materiais para chegar até o Alasca e poder viver na natureza, longe da civilização.

Ashes and Snow
Este é o documentário da exposição Ashes and Snow, também indicada por Paiva. O filme usa câmeras para explorar as interações extraordinária entre humanos e animais em aproximadamente uma hora de documentário poético.

Antes da chuva
Este longa traz dois personagens que tem relação com a fotografia: Anne, editora de uma agência de fotos, em Londres e Aleksander, fotógrafo de guerra. Conflitos étinicos-religiosos entre os Macedônios ortodoxos e mulçumanos Albaneses são o pano de fundo para contar três história de amor que se misturam para formar um retrato da Europa moderna.

Lixo Extraordinário:
Conta o trabalho do fotógrafo e artista plástico Vik Muniz, que durante dois anos registrou o dia a dia de catadores em um dos maiores aterros sanitários do mundo, o Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro.

17
fev

Revelando a Luz

Um dos cursos oferecidos pela ESPM-RS durante o período de férias foi o Revelando a Luz: Fotografia de Objetos em Estúdio, ministrado pelo fotógrafo Leopoldo Plentz. Ao longo de 5 encontros, os alunos participaram de aulas expositivas e práticas, trabalhando em equipe e em conjunto com o professor, tentando encontrar a melhor solução aos problemas propostos.

Foto: Juliano Araujo

Durante as atividades, os alunos exploraram as possibilidades dos diferentes tipos de iluminação: luz contínua e flashes eletrônicos; revisaram noções de sensitometria e o conceito de temperatura de cor. Além disso, o uso de recursos alternativos de iluminação também foi abordado, tais como lanternas – técnica conhecida como Ligth Painting – e diferentes tipos de iluminação artesanais.

Foto: Juliano Araujo

Uma das aulas abordou a fotografia de produtos que refletem o ambiente em seu entorno, como objetos de aço inox. Outro exercício proposto foi a reprodução de obras de arte, uma pintura e uma escultura, as quais foram cedidas pela Galeria Bolsa de Arte. Para finalizar, foi realizado uma produção de fotografias em estúdio com objetos de design, como mobiliário.

Foto: Juliano Araujo

Foto: Juliano Araujo

Foto: Juliano Araujo

15
fev

Tratamento de pele

No último post o professor Diego Cunha falou sobre a disciplina de Photoshop do Curso de Fotografia da ESPM-RS. Além de esclarecer algumas dúvidas, ele preparou um vídeo onde mostra, passo a passo, os procedimentos que utilizou para tratar a foto abaixo. Aparentemente, à primeira vista, ela não parece ter passado pelo Photoshop: 

Foto: Juliano Araújo

 

Mas se colocarmos o resultado final lado lado a lado com a fotografia original, as alterações, por mínimas que sejam, ficam evidentes: 

A foto antes e depois de ser tratado pelo photodesigner Diego Cunha. Foto: Juliano Araújo

 

O professor Diego Cunha afirma que  “Hoje em dia é improvável pensar na utilização de uma imagem, artística ou publicitária, sem um tratamento prévio.Mesmo as melhores produções e maquiagens não passam despercebidas pela qualidade de captura das máquinas digitais mais utilizadas no mercado.Um sinal, um cabelo fora do lugar, pequenas imperfeições na pele…tudo aparece. Porém, é muito comum nos depararmos com aquelas imagens que perdem um pouco o critério de bom gosto ou senso estético.Quando a proposta é manter a naturalidade da pele humana, o Photoshop passa de herói a vilão em uma fração de segundos. Um mau uso das ferramentas,ou um excesso na aplicação dos filtros pode ser catastrófico para o bom resultado do tratamento.Nas aulas práticas do curso de Foto, procuramos minimizar analógicamente toda imperfeição que possa aparecer, mas quando aparece, precisamos também escolher e aplicar as ferramentas e filtros corretos para obter o melhor resultado possível, tanto em limpeza e retoques quanto na calibração das cores.Abaixo tem um exemplo prático de uma foto com uma excelente qualidade de obtenção, que foi tratada cuidadosamente para não parecer “fake” ou “encerada” demais. É isso (e muito mais) que é abordado das aulas práticas de Photoshop, no Curso de Fotografia da ESPM” finaliza. 

Pra completar, neste vídeo é possível conferir as alterações que o Diego fez, passo a passo: 

Veja outros resultados das técnicas de tratamento de imagem que serão abordadas no curso: 

Foto: Juliano Araújo

 

Créditos:
Fotógrafo: Juliano Araujo
Manipulação e Tratamento: Diego Cunha
Produção: Nina Godinho/Casa de Tolerância
Mkup: Paula Thier
Modelo: Fernanda Rosa