Skip to content

Archive for fevereiro, 2011

24
fev

A magia do fotojornalismo

Não há quem fique indiferente diante de uma fotografia forte. Um registro que conta alguma história do caótico cotidiano urbano – ou das mais violentas guerras – e ao mesmo tempo é plasticamente perfeito, consegue sensibilizar até mesmo quem não é fotógrafo. E é isso que move milhares de fotojornalistas ao redor do mundo diariamente. Com a intenção de reconhecer o trabalho desses profissionais, foi criado o World Press Photo, a principal premiação do fotojornalismo mundial. O evento, que teve sua 54ª edição realizada na Alemanha há poucos dias, é aberto a fotojornalistas, jornais, revistas e agências de notícia. A edição deste ano teve 5,691 participantes de 125 nacionalidades diferentes, e 108.059 imagens inscritas em 9 categorias: notícias locais, notícias em geral, pessoas, esportes, assuntos contemporâneos, cotidiano, retratos, arte e entretenimento e natureza . As melhores fotos de cada uma delas são escolhidas por um juri formado por 19 editores de fotografia, fotógrafos e representantes de agências de notícias de diferentes partes do mundo.

As fotografia vencedoras percorrem o mundo em uma exposição itinerante que visita mais de 100 cidades e 45 países. Além disso, elas são reunidas em um livro que é publicado anualmente em seis idiomas diferentes. O prêmio principal, chamado “A foto do Ano”, foi vencido pela jornalista sul-africana Jodi Bibier, que fotografou a afegã Aisha Bibi. O chocante retrato da jovem, que teve a o nariz e as orelhas mutiladas por não obedecer ao marido, foi capa da revista “Time”, tornando-se um símbolo da violência contra a mulher no Afeganistão.

Algumas fotos premiadas:

Foto de Daniel Berehulak retrata  vítimas da enchente no Paquistão. Venceu a categoria Notícias

Foto de Daniel Berehulak retrata vítimas da enchente no Paquistão. Venceu a categoria Notícias

Foto de Seamus Murphy retrata Julian Assange, fundador do WikiLeaks. 2º lugar na categoria PessoasFoto de Seamus Murphy retrata Julian Assange, fundador do WikiLeaks. 2º lugar na categoria Pessoas

Foto de Seamus Murphy retrata Julian Assange, fundador do WikiLeaks. 2º lugar na categoria Pessoas

Foto de  Mike Hutchings retrata o holandês Demy de Zeeuw sendo chutado no rosto pelo uruguaio Martin Caceres no jogo da semi-final da Copa do Mundo. Ganhou o 1º Lugar na categoria Esportes

Foto de Mike Hutchings retrata o holandês Demy de Zeeuw sendo chutado no rosto pelo uruguaio Martin Caceres no jogo da semi-final da Copa do Mundo. Ganhou o 1º Lugar na categoria Esportes

Foto de Joost van den Broek ganhou o 2º Prêmio com o retrato do marinheiro russo.

Foto de Joost van den Broek ganhou o 2º Prêmio com o retrato deste marinheiro russo

Foto de Corentin Fohlen, da Fedephoto, registra os conflitos em Bangkon, na Thailandia. Recebeu o 2º Prêmio de Notícias Locais

Foto de Corentin Fohlen, da Fedephoto, registra os conflitos em Bangkon, na Thailandia. Recebeu o 2º Prêmio na categoria Notícias Locais

Foto de Omar Feisal, feita em Mogadisíaco, na Somália, retrata homem carregando tubarão. Foi a vencedora da categoria Cotidiano

Foto de Omar Feisal, feita em Mogadisíaco, na Somália, retrata homem carregando tubarão. Foi a vencedora da categoria Cotidiano

21
fev

Zé Paiva indica

Lembra que há alguns posts falamos sobre a importância de termos referências? Pra trazer mais algumas fontes de inspiração, conversamos com o fotógrafo Zé Paiva, professor da disciplina de Fotografia da Natureza do Curso de Fotografia da ESPM-RS. Ele indicou uma variada lista de sites, livros e filmes, sendo que tanto a fotografia quanto a natureza são assuntos presentes em todos eles. Aproveite para se inspirar e completar sua lista de favoritos.

Foto: Juliano Araújo

Foto: Juliano Araújo

Sites:
Ashes and Snow:
Ashes and Snow é a exposição do artista canadense Gregory Colbert. Ela é formada por fotos, filmes e um romance e foi exposta em um museu itinerante, o Nomadic Museum. O trabalho explora as relações entre humanos e animais e foi visto por mais de 8 milhões de pessoas em cidades como Veneza, Nova Iorque, Santa Mônica, Tóquio e Cidade do México. Esta é a exposição de um artista vivo mais visitada de todos os tempos.

AFNATURA:
Portal da Associação de fotógrafos de natureza, onde é possível se associar e acompanhar a divulgação de oficinas e exposições.

Jim Brandenburg:
Site do fotógrafo Jim Brandenburg, que trabalhou para a National Geographic por 30 anos. Além de uma vasta amostra da obra de Brandenburg, comercializa fotos, livros e dvds do artista.

Life Through Time:
Fala sobre o projeto Life, que aborda a diversidade da vida na Terra, desde seus primórdios até os dias atuais. A obra é realizado através da integração da fotografia (LIFE Book), Orchesta (LIFE Music), uma amostra itinerante (LIFE Exhibits) e o próprio site. O responsável pelo projeto é o fotógrafo holandês Frans Lanting.

International League of Conservation Photographers
É uma organização baseada em projetos que busca conscientizar as pessoas sobre a conservação ambiental através de fotografias. De caça ao aquecimento global, perda de habitat para a erosão cultural, a sustentabilidade de corredores biológicos, o trabalho de fotógrafos iLCP abrange toda a gama de ameaças à biodiversidade.

Livros:
A Câmara Clara – Roland Barthes
Último livro escrito por Roland Barthes, propõe uma reflexão sobre a imagem fotográfica e sobre a vida e a morte.

Imago – Luiz Carlos Felizardo
Traz textos de autoria do fotógrafo porto-alegrense Luiz Carlos Felizardo, publicados na revista Aplauso.

Satolep – Vitor Ramil
Romance que tem como protagonista um fotógrafo que volta a Satolep, sua cidade natal. A história se passa no início do século 20 e tem “personagens” ilustres como o poeta João Simões Lopes Neto, o jornalista Lobo da Costa e o cineasta Francisco Santos.

Mar de Homens – Roberto Linsker
Esta publicação apresenta 92 fotos que retratam o dia a dia de pescadores artesanais. Linsker iniciou o trabalho em 1997 e percorreu a costa brasileira em busca de imagens que representassem a dura rotina desses trabalhadores.

Chased by the Light – Jim Brandenburg
Durante 90 dias, entre o outono e o inverno, Brandenburg desafiou a si mesmo e fez apenas uma fotografia por dia. O resultado pode ser visto nesta publicação, que não foi lançada no Brasil.

Filmes:
Na natureza selvagem
Recomendado por Paiva por ser sobre a natureza, o longa é dirigido por Sean Penn e conta a história verídica de Christopher McCandless, um jovem americano que decide abandonar todos os bens materiais para chegar até o Alasca e poder viver na natureza, longe da civilização.

Ashes and Snow
Este é o documentário da exposição Ashes and Snow, também indicada por Paiva. O filme usa câmeras para explorar as interações extraordinária entre humanos e animais em aproximadamente uma hora de documentário poético.

Antes da chuva
Este longa traz dois personagens que tem relação com a fotografia: Anne, editora de uma agência de fotos, em Londres e Aleksander, fotógrafo de guerra. Conflitos étinicos-religiosos entre os Macedônios ortodoxos e mulçumanos Albaneses são o pano de fundo para contar três história de amor que se misturam para formar um retrato da Europa moderna.

Lixo Extraordinário:
Conta o trabalho do fotógrafo e artista plástico Vik Muniz, que durante dois anos registrou o dia a dia de catadores em um dos maiores aterros sanitários do mundo, o Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro.

17
fev

Revelando a Luz

Um dos cursos oferecidos pela ESPM-RS durante o período de férias foi o Revelando a Luz: Fotografia de Objetos em Estúdio, ministrado pelo fotógrafo Leopoldo Plentz. Ao longo de 5 encontros, os alunos participaram de aulas expositivas e práticas, trabalhando em equipe e em conjunto com o professor, tentando encontrar a melhor solução aos problemas propostos.

Foto: Juliano Araujo

Durante as atividades, os alunos exploraram as possibilidades dos diferentes tipos de iluminação: luz contínua e flashes eletrônicos; revisaram noções de sensitometria e o conceito de temperatura de cor. Além disso, o uso de recursos alternativos de iluminação também foi abordado, tais como lanternas – técnica conhecida como Ligth Painting – e diferentes tipos de iluminação artesanais.

Foto: Juliano Araujo

Uma das aulas abordou a fotografia de produtos que refletem o ambiente em seu entorno, como objetos de aço inox. Outro exercício proposto foi a reprodução de obras de arte, uma pintura e uma escultura, as quais foram cedidas pela Galeria Bolsa de Arte. Para finalizar, foi realizado uma produção de fotografias em estúdio com objetos de design, como mobiliário.

Foto: Juliano Araujo

Foto: Juliano Araujo

Foto: Juliano Araujo